Rain - Entrevista a Noriko Umemura

Apenas visível pela chuva.

Estivemos nas instalações da Sony Computer Entertainment em Espanha para acompanhar a apresentação de Rain, o peculiar exclusivo a cargo dos Japan Studios. A representar a equipa de produção estava Noriko Umemura, que depois de uma breve apresentação teve a amabilidade de responder a algumas questões que lhe colocamos, uma pequena entrevista que nos permitiu obter uma luz mais clara sobre o invulgar gameplay que se promete diferenciar de tudo o que vimos até hoje.

O jogo esteve escondido durante muito tempo depois da sua apresentação durante a Gamescom, será mais focado no “storytelling” e na vertente emocional, a julgar pela sua estética, a sua escala, e as palavras da própria Noriko, que apesar de lutar com as palavras em Inglês, nos deixou a curta entrevista que vos deixamos de seguida:

Eurogamer Portugal: Boa dia e obrigado por este pedaço do seu tempo. Gostava de começar por lhe perguntar, de onde surgiu esta ideia de um mundo invisível apenas revelado pela chuva?

Noriko Umemura: Olá, começamos por discutir uma forma de oferecer surpresa, queríamos surpreender as pessoas, algo que fosse diferente. Durante essas conversas tivemos a ideia de um protagonista invisível, esse foi o nosso ponto de partida. Foi a partir daí que a história evoluiu, e o game design também, fomos procurando formas de utilizar a invisibilidade no gameplay e surpreender o jogador.

Eurogamer Portugal: Que tipo de mecânicas podemos esperar? Haverá algum tipo de ação?

Noriko Umemura: As mecânicas centrais (“core”) são consistentes ao longo de todo o jogo, tu controlas a visibilidade do rapaz, e tens que evitar uma série de monstros, diferentes monstros. Então, o jogador tem que pensar como fugir, como evitar esses monstros utilizando o meio envolvente. Desta forma, em cada momento e em cada nível tens uma experiência nova, e que te faz pensar também.

1
Noriko Umemura aponta para o céu.

O rapaz neste jogo é um ser realmente frágil, não é como os protagonistas que estamos habituados a ver nos jogos, é o oposto na verdade. Ele não se pode defender, não é capaz de magoar os inimigos. Existem sim momentos como o que viste à pouco, onde atraímos os monstros para armadilhas, mas mesmo ai é uma mecânica que te faz pensar, não é combate.

Eurogamer Portugal: Diria que o jogo tenta dizer alguma coisa, tem alguma mensagem implícita?

Noriko Umemura: Diria que procura invocar incerteza e solidão. Toda a gente no passado, quando era criança se encontrou perdido a certa altura, talvez num bairro, andou às voltas assustado, com medo, mas ao mesmo tempo estás curioso, tens a vontade de ver um pouco mais, explorar mais profundamente para ver o que está para lá. Devo virar para a esquerda ou direita? Esse sentimento de incerteza é o que tentamos trazer bem incrustado em Rain.

"Quando o rapaz ficou invisível, perdeu a voz também, então inicialmente o jogo será silencioso, sem qualquer diálogo. - Noriko Umemura"

Eurogamer Portugal: Será completamente mudo, apenas com narração em texto?

Noriko Umemura: Quando o rapaz ficou invisível, perdeu a voz também, então inicialmente o jogo será silencioso, sem qualquer diálogo. Depois a história desenrola-se, terás que esperar e ver.

Eurogamer Portugal: Quando escolheram o nome, não temeram que o público o achasse confuso, considerando o outro exclusivo da PlayStation 3 com um nome semelhante?

Noriko Umemura: Sim claro (risos). Mas a chuva é o elemento mais importante no jogo, decidimos por isso que faria sentido e que comunicava melhor a ideia que temos, decidimos chamar Rain.

Eurogamer Portugal: Quantas horas de conteúdo podem os jogadores contar para uma sessão completa?

Noriko Umemura: Não vai ser um jogo curto, curto no sentido de o conseguires acabar em duas ou três horas. Vai ser mais longo do que isso, não posso ser específica neste momento. Vais sim poder voltar ao teu jogo depois de o acabares e coleccionar fragmentos de história, para teres um conhecimento mais profundo de algumas coisas.

Eurogamer Portugal: Poderemos esperar por uma versão para a PlayStation Vita?

Noriko Umemura: Não sei sinceramente, neste momento estamos concentrados no lançamento apenas para a PlayStation 3.

Eurogamer Portugal: É tudo, muito obrigado Noriko.

Noriko Umemura: Obrigada.

Publicidade

Salta para os comentários (1)

Sobre o Autor

Aníbal Gonçalves

Aníbal Gonçalves

Redator

MMOs e RPG são com o Aníbal. Aliás existe um rumor na redação que a sua primeira casa é o World of Warcraft. Mas às vezes também o vemos a fazer uns exercícios. Não é mau de todo.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários