Atualização

A Electronic Arts comunicou ao Gamasutra que as informações do Videogamer são "evidentemente falsas".

Um representante da editora também contactou com os nossos colegas de Inglaterra para informar que "apesar de ainda não termos anunciado as vendas de Dead Space 3, estamos orgulhosos do jogo e a franquia permanece uma propriedade intelectual importante para a EA".

Vamos aguardar mais informações. Por agora, parece que pouco ou nada do que está em baixo é verdade.

Original

A Electronic Arts ordenou que a produção de Dead Space 4, alegadamente a decorrer no estúdio Visceral Games Montreal, fosse terminada e que o estúdio encerrasse, de acordo com o Videogamer.

O site obteve esta informação de uma fonte familiar com a produção do jogo que preferiu que o seu nome não fosse revelado.

A produção estava apenas a começar, a julgar pelo que foi dito. O estúdio tinha a tarefa de desenvolver vários protótipos e ideias para a narrativa. Mas devido às vendas fracas de Dead Space 3, a Electronic Arts decidiu cancelar a produção de Dead Space 4. O futuro da série é incerto.

A mesma fonte revela que a produção de Dead Space 3 foi controversa e a dado momento quase cancelada. Apesar do jogo ter sido lançado, cortes foram feitos para cumprir o orçamento. Um desses cortes aconteceu nos vários tipos de munição, que depois deram lugar à munição genérica, mais apropriada para o modelo das microtransações.

Além disto, o Visceral Games foi aconselhado pela Electronic Arts a concentrar-se na ação em vez do terror em Dead Space 3. O objetivo era dar uma sensação de semelhança com Mass Effect.

Vale a pena lembrar que tudo isto está por confirmar.

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.