Escolha dos Leitores 2012 - Top 6 - 4

Depois de muita ansiedade, aqui estão os melhores jogos do ano escolhidos por vocês.

6. Max Payne 3

Rockstar Games / Rockstar Vancouver / PC / PS3 / Xbox 360

O que dissemos: "No final de contas, Max Payne 3 é para o bem e para o mal, fiel aos jogos anteriores desenvolvidos pela Remedy. Nas mãos da Rockstar adquiriu um sabor mais tropical ao ter o Brasil como pano de fundo, o que lhe garante de certa forma alguma frescura. Com a cara já cheia de rugas e a idade a pesar, é difícil sequer pensar que Max esteja pronto para mais ação. Desta forma, Max Payne 3 é uma uma excelente despedida, mas acaba por não ser tão relevante como em outrora, sem ter nada para ensinar aos "novos" shooters."

fsimao disse: O regresso de uma das figuras da minha adolescência, num jogo que não tem medo de mostrar de forma crua a vida nas favelas e como a vida de um homem que perdeu tudo pode ser uma autêntica montanha russa.

Manuel_Jose disse: Confesso que quando soube que o jogo ia ser feito pela Rockstar em vez da Remedy, fiquei com algum medo. As coisas pioraram ainda mais quando vi um Max Payne careca e os sucessivos adiamentos fizeram com que ficasse ainda mais desconfiado. Mas quando os trailers saíram, gostei do que vi. Quando comecei a jogar, as minhas dúvidas dissiparam-se. Foi um regresso muito bem feito: inovou sem perder as características da série. Um excelente jogo, com uma boa história e cinematográfico. Altamente recomendado!esperavam mais. No entanto o jogo foi bom à mesma. Se sair uma expansão quase de certeza que todos vão comprar.

joaopassaporte disse: É um jogo da Rockstar e esta pequena afirmação serve quase para descrever o jogo. Campanha épica que nos leva a querer avançar sem parar (ou parando só mesmo para coleccionar as partes douradas das armas). Sem medo de abordar alguns dos temas mais preocupantes no Brasil é um jogo único e que vale cada centavo.

5. Call of Duty: Black Ops 2

Activision / Treyarch / PS3 / Xbox 360 / Wii U / PC

O que dissemos: "Atendendo exclusivamente à campanha, Black Ops 2 acaba por ficar aquém do esperado, já que esta é talvez a mais fraca campanha desde que Modern Warfare entrou em cena. Pessoalmente ainda prefiro a de World at War, embora em Black Ops seja interessante a perspetiva oferecida pela guerra futurista e pela comparação que oferece. É pena que o argumento não tenha sido capaz de acompanhar as transformações que em certa medida resultam. Contudo, o multiplayer, acompanhado pelo Zombies, reforçam a aposta em Black Ops 2 e fazem deste um dos jogos mais apetecidos para combates proporcionados para vários jogadores. Estes modos têm cada vez mais peso na dimensão do jogo e as comunidades voltam a reunir-se, ainda que as novidades não sejam tão abundantes como seria desejável. Call of Duty: Black Ops 2 pode estar a replicar uma velha fórmula, mas injeta opções e uma nova perspetiva da guerra que alimenta e vai ao encontro das pretensões dos fãs."

jose_silva101 disse: A campanha é explosiva e o multiplayer é o melhor da saga.

Darth_Kovax disse: Uma aposta maior no Single Player compensou com uma campanha boa e um multiplayer dentro do que a série nos habituou.

4. Halo 4

Microsoft / 343 Industries / Xbox 360

O que dissemos: "Cinco anos depois da última campanha percorrida por Master Chief, a série Halo pontuada pelo herói da humanidade deu o primeiro passo dentro da nova trilogia. É um voltar ao eixo principal da série que se faz com particular significado e emoção. Com significado, porque é intenção da 343 Industries materializar as expectativas dos fãs, dando sequência ao trabalho desenvolvido pela Bungie. E nisso, não falhou. E com emoção porque que resulta da ênfase dada ao relacionamento entre a nossa personagem e a sua auxiliar de longa data, Cortana. No final, este ainda é um jogo bastante conservador e fiel ao espírito original, mesmo se vemos significativas mudanças por força de Requiem, um planeta Forerunner e pelos Prometheans, uma raça alienígena que fomenta mais alguma diversidade ao combate. São mudanças ligeiras e pouco sensíveis, como também as são na parte dos movimentos da personagem, mas num sentido certo e seguro. Os fãs não ficarão mais fãs de Halo neste momento do que já são, simplesmente sabem que podem contar com a nova produtora para as próximas campanhas e que muito está para vir. Para já, a batalha (re)começa."

Juminha disse: Apesar da saga ter mudado de mãos, a sua qualidade não diminuiu, muito antes pelo contrário. É um jogo mais emocional e centrado na história do que os outros. Gostei da forma como o jogo evoluiu e ficarei à espera de ver o que a 343 nos irá trazer na próxima xbox.

Master_m disse: O Regresso do tão aclamado Master Chief é simplesmente épico, a 343 conseguiu uma proeza incrível com este jogo e fecha com chave de ouro a série Halo nesta geração de consolas, o GOTY de 2012 sem dúvida alguma para mim !!

Salta para os comentários (131)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Grounded estreia-se entre os mais jogados no Xbox Live

Mais de 1 milhão de jogadores nos primeiros 2 dias.

Xbox Game Pass pode salvar a vida dos indies, diz criador indie

Revela que acordo Game Pass permitiu financiar o seu jogo.

Temtem confirmado para a PS5

Quando sair do acesso antecipado.

Hood: Outlaws & Legends anunciado

Multi-plataformas cross-gen.

Novo vídeo de Godfall explica tudo sobre o jogo

Desde a ambientação até ao sistema de combate.

Comentários (131)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários