EA adorava participar em sequela de Kingdoms of Amalur

Gibeau: "É infeliz como tudo correu para os 38 Studios".

Frank Gibeau, presidente da EA Labels, disse em entrevista com a revista GameInformer que gostaria de fazer parte de uma sequela de Kingdoms of Amalur, o RPG criado pelos 38 Studios.

Embora tenha vendido 1.2 milhões de unidades, não foi o suficiente para impedir o encerramento do estúdio devido às suas enormes dívidas. "Penso que é infeliz como tudo correu para os 38 Studios", disse Gibeau. "Vimos muita criatividade e visão na equipa de Curt Schilling juntou. Achamos que o jogo era brutal. Recebeu boas análises."

Gibeau espera que "haja uma sequela em algum dia, adoraríamos fazer parte dela".

A Electronic Arts foi a editora de Kingdoms of Amalur, mas a propriedade intelectual continua a pertencer aos 38 Studios. A não ser que os estúdios renasçam das cinzas ou vendam a propriedade intelectual, uma sequela não será possível.

Publicidade

Salta para os comentários (9)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários