David Cage: "os jogos irão morrer se a indústria não tentar ser mais inovadora"

Produtor de Beyond fala sobre escolhas e diversidade.

1
David Cage.

Odiado por muitos e aclamado por outros, David Cage, co-fundador do estúdio Quantic Dream, responsável por Heavy Rain e a trabalhar no próximo exclusivo PS3, Beyond: Two Souls, comentou em entrevista aos nossos colegas do Gamesindustry International, que "os jogos irão morrer se a indústria não tentar ser mais inovadora".

O produtor fala sobre o passado, sobre a importância de Heavy Rain, sobre o presente, os jogos que o entusiasmaram recentemente, tal como Journey, e sobre o futuro da indústria e o papel do seu novo jogo, Beyond.

Sobre o tema da escolha da atriz Ellen Page, Cage afirma que reconhece (obviamente) que ela é famosa, mas que não é por causa disso que está no papel de Julie Holmes, comentando "Ellen é famosa. Desculpem por isso. Mas essa não é a razão pela qual ela está envolvida. Está envolvida porque ela é Julie Holmes, e ela é uma atriz fantástica, e ela é maluca, talentosa e corajosa e ela tem todas estas qualidades. Mas eu não estava à procura de um nome para colocar na minha caixa do jogo". Acrescentando, "É mesmo em primeiro lugar o talento. E espera isto nos meus próximos jogos. Verás pessoas famosas e pessoas não famosas. Não me preocupo muito".

Sobre o estado da indústria, David Cage esclarece que não tem que dizer o que a indústria deve ou não fazer, mas sim que apenas fala pelo seu estúdio. "Estou interessando em usar este media para expressar algo e despoletar emoções profundas", comenta.

David Cage continua dizendo, "É porreiro poderes disparar contra monstros, e isso é bom e será sempre um sucesso, mas ao mesmo tempo, e que tal dar às pessoas escolhas? Dar diferentes opções. Por isso se elas gostarem disso irão poder encontrar, mas se elas quiserem algo profundo e interactivo, elas também poderão encontrar".

Publicidade

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Em P.T. controlas sempre Norman Reedus

Nova descoberta confirma mais uma curiosidade.

Promoções Xbox One para os Game Awards

Os melhores jogos do ano com desconto no preço.

Também no site...

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários