Beyond: Two Souls - Antevisão

O próximo exclusivo de peso da PlayStation 3.

Depois de quatro anos em cima de Heavy Rain e a consumir o que o estúdio francês Quantic Dream produz de forma fervorosa, a revelação de Beyond foi tudo menos calma para mim. Antes mesmo da E3 já tinha tido a possibilidade de ver Beyond a correr em pequenas partes de gameplay, mas foi na conferência da Sony que tudo foi esclarecido. David Cage tem uma visão particular sobre os videojogos e os seus jogos são muito mais que simples produções videojogaveis, são um reflexo da sua própria visão do que o rodeia e personalidade.

Beyond foi apresentado à porta fechada na E3 após a conferência da Sony, onde com mais calma David Cage voltou a ser o narrador de serviço. A sensação foi que nenhum tempo passou desde que vi Heavy Rain. Mas agora temos um novo projeto, e é interessante que as primeiras palavras que David Cage referiu quando o cumprimentei foram "Este é o nosso novo projeto. Até que enfim que o podemos mostrar". É uma paixão que poucos conseguem transmitir com tanta segurança.

Beyond: Two Souls é um projeto que pega na aprendizagem de Heavy Rain e promete elevar ainda mais o conceito de experiência videojogavel. Antes da demo, David Cage fez questão de explicar a base do jogo. O subtítulo já deixava antever uma ligação entre duas personagens, que até ao momento nada pudemos saber porque razão estão ligadas e este é um dos mistérios a resolver no jogo.

Na verdade Jodie Holmes, a protagonista do jogo, também não sabe porque razão tem esta ligação com uma entidade chamada de Aiden. Na verdade este ser, o Aiden, não tem definição e o mais próximo que David Cage se refere a ele é "espírito" e "fantasma". Mas o mesmo esclarece que são termos que usa para tentarmos compreender a personagem. A atriz Ellen Page (dos filmes Juno e Origem) dá vida à personagem Jodie Holmes, quer voz, bem como movimentos e rosto. David Cage diz que faz todo o sentido ter Ellen Page como um todo em Beyond. Aliás, vai mais longe, dizendo que ambas são a mesma pessoa.

Beyond pegará em diversas partes da vida de Jodie Holmes, que sempre conviveu com esta entidade, o Aiden. Iremos percorrer a sua história desde os quinze anos, e na demo apresentada Jodie Holmes já tem 23 anos e está a ser perseguida por forças especiais, como o SWAT e polícia local. A razão da perseguição? Os seus poderes sobrenaturais, ou talvez não só.

Uma das grandes surpresas em Beyond é que iremos poder controlar também Aiden. A entidade está ligada diretamente a Jodie, representado no jogo por uma linha de luz que prende Aiden a Jodie. Aiden não pode afastar-se muito de Jodie Holmes e se o fizer todo o cenário fica turvo. Aiden consegue manipular objetos, carros, controlar pessoas e atravessar paredes e objectos. Por incrível que possa parecer, Aiden fez-me lembrar The Darkness, muito devido à forma como age com os supostos inimigos, objetos e com Jodie Holmes.

Aiden é controlado usando o Sixaxis, sendo que para podermos fazer qualquer ação temos que usar os dois analógicos. Aiden comunica com Jodie Holmes pela interação com objetos, mas também por palavras. Apenas Jodie Holmes consegue ver Aiden e as suas ações. O exemplo dado foi o da cena dentro de um comboio onde Aiden parecia chateado de esperar e começa a vaguear pela carruagem. Jodie afirma que não dorme há dois três dias e precisa de descansar. Aí Aiden deita ao chão um café de um passageiro, que simplesmente acha que caiu devido ao comboio. Apenas Jodie Holmes consegue ouvir Aiden e o compreender.

"David Cage diz que faz todo o sentido ter Ellen Page como um todo em Beyond. Aliás, vai mais longe, dizendo que ambas são a mesma pessoa."

Neste último aspeto David Cage respondeu que Aiden fala um idioma que o jogador não compreende, apenas Jodie Holmes. Quando perguntei se são apenas palavras ditas ao vento, David Cage comenta que escreveu literalmente o guião para Aiden. As conversas entre Aiden e Jodie são reais, têm sentido, mas apenas para eles. Nós, jogadores, apenas compreendemos Jodie e pudemos tentar adivinhar o que Aiden estará a dizer perante o contexto. "Então o David escreveu um guião para Aiden que nunca iremos compreender e saber?" David Cage respondeu, "Literalmente". Acrescentando, "Ellen Page e o Aiden muitas vezes tinham conversas verdadeiras. Algo estranho".

Jodie Holmes tem poderes especiais, como por exemplo criar um escudo à sua volta de proteção. Não foi explicado se esses poderes são dados por Aiden, ou se Aiden é o resultado desses poderes. Conforme Jodie foi crescendo, os poderes e influência do Aiden aumenta e criaram a própria personalidade de Jodie. Existe uma relação intima entre os dois, e Aiden muitas vezes é bom, mas também altera-se e fica com inveja e raiva e isso é também uma influencia sobre Jodie.

David Cage tenta afastar a ideia de ser um jogo com muita ação. A demo apresentada é na verdade muito diferente de Heavy Rain em termos de ação. Temos fugas de moto, lutas com cães, tiros, explosões, poderes sobrenaturais, prédios a cair e muito mais. Mas Beyond é uma história sobre morte, sobre lamento e dor, afirma Cage. Jodie irá tentar compreender o que está "Beyond".

Publicidade

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (26)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários