Durante a semana passada diversos websites noticiaram a morte de um jogador de 32 anos, de nome Russel Shirley, onde era alegado que tinha morrido a jogar Diablo III após 72 horas de jogo seguido.

Mas parece que a notícia não é verdadeira, pelo menos na sua totalidade.

O website que lançou a notícia informa e pede desculpa aos seus leitores e familiares de Russel Shirley, por terem escrito uma notícia tendo por base informações de um blogue, tendo sido verificado que eram falsas.

Entretanto o blogue já foi fechado, e de acordo com novas informações Russel Shirley faleceu realmente, mas nunca esteve numa maratona de 72 horas a jogar Diablo III.

Em novas declarações de amigos próximos (que também carecem de confirmação) referem que o jogador já tinha problemas de saúde e não era viciado em Diablo III.

O website onde foi lançada a notícia não revela também quais as razões da morte de Russel.

Se esta era uma notícia para culpar os videojogos pela morte de um jogador, não há mais nada a discutir.

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Mais artigos pelo Jorge Soares

Comentários (33)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Últimas

Hollow Knight na PS4 e Xbox One em 2019

Death's Gambit a caminho da Switch e Xbox One.

Nintendo Direct às 13 horas de hoje

Actualização: Revelados novos Nindies para a Switch.

Ficaram mais Nindies Switch por revelar

A Nintendo tem mais na manga.

Publicidade