Capcom quer reduzir tempos de desenvolvimento nas séries de topo

Mas quer continuar a apostar em novas PIs.

A Capcom revelou que pretende reduzir os tempos de desenvolvimento nos títulos principais de três/quatro anos para apenas dois/dois anos e meio.

Esta medida procura manter a competitividade e maximizar as receitas geradas pelas suas séries principais, segundo Kenzo Tsujimoto, CEO da Capcom.

Tsujimoto explicou que a estratégia pode aumentar os custos mas vai levar a maiores lucros a longo prazo, "Criar conteúdo de qualidade vai ser vita para a capacidade da Capcom para sobreviver ao ultrapassar uma intensa competição mundial."

No entanto também foi reforçado o papel importante de novas propriedades intelectuais pois apesar de demorarem a se estabelecerem no mercado, vão-se tornar em fontes de rendimento no futuro.

Tsujimoto revelou ainda que a Capcom pretende empregar 1000 novos trabalhadores nos próximos 10 anos para criar novas tecnologias e tornar-se no melhor fornecedor de conteúdos digitais pelo ano 2022.

Resident Evil 6, Devil May Cry e Dragon's Dogma, que chega já na Sexta-feira, são alguns dos grandes títulos apresentados pela Capcom neste ano fiscal.

Salta para os comentários (14)

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (14)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários