Bleszinski: "Japão não deveria ignorar multijogador."

Estúdios devem pensar nisso para agradar ao Ocidente.

Em declarações ao Gamasutra, Cliff Bleszinski da Epic disse que os estúdios Japoneses deveriam abraçar o multijogador se querem ter sucesso perante as audiências Ocidentais.

O homem da Epic não diz que o tem que fazer só porque sim mas pensando em experiências interessantes que podem criar, citando Dark Souls como exemplo.

Para Bleszinski Dark Souls inovou devido aos seus elementos interligados, algo que para ele vai continuar a inspirar estúdios Ocidentais devido à sua experiência interligada.

"O meu conselho para o Japão é que num mercado atualmente baseado no disco, não podes ignorar o multijogador."

"Se vais criar um shooter na terceira pessoa...o facto de Vanquish da Platinum não ter multijogador foi um crime. Essa PI, era muito boa no ser Ocidental, mas a gameplay era fantástica, o estilo...e frequentemente disse oficialmente que se Gears of War é tipo o comboio a carvão do Velho Oeste, então Vanquish é o Comboio Bala, com estilo e tudo."

Bleszinski diz que seria fantástico fazer num modo multijogador as ações que fazemos na campanha, como deslizar pelo chão aos tiros.

Outro título que perdeu uma grande oportunidade de implementar o multijogador foi Shadows of the Damned da Grasshopper, isto segundo Bleszinski.

"O diálogo deixou-me a rir alto, até os sistemas de abrir portas; era um lindo e louco jogo com uma gameplay realmente divertida, mas sem uma experiência multijogador cooperativa."

Bleszinski diz que não teria forçosamente que ser versus pois para ele existem milhões de formas que podiam ser usadas para colocar os jogadores a interagirem uns com os outros.

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Digital FoundryEis como funciona a retrocompatibilidade na Xbox Series S

1440p para jogos Xbox e 360, o dobro da performance em alguns jogos Xbox One S e mais..

PlayStation acredita que consolas como a Xbox Series S não têm grandes resultados

Consolas com especificações mais fracas não conquistam os jogadores.

Demon's Soul ocupará 66GB na PS5

Spider-Man: Miles Morales ocupará 50GB.

Também no site...

Digital FoundryEis como funciona a retrocompatibilidade na Xbox Series S

1440p para jogos Xbox e 360, o dobro da performance em alguns jogos Xbox One S e mais..

Demon's Soul ocupará 66GB na PS5

Spider-Man: Miles Morales ocupará 50GB.

Comentários (26)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários