Exclusivo: Lutámos com Tomoaki Ayano em Street Fighter X Tekken

Entrevistámos o novo produtor da série Street Fighter.

Street Fighter X Tekken para a PS Vita foi um dos jogos apresentados pela Capcom durante a recente Captivate. Anunciado quase há um ano, no decurso da E3, para a portátil da Sony, de imediato chamou a atenção pelos magníficos visuais e pela hipótese de se articular com a PS3. Com intenção de ficarmos a saber mais sobre o jogo, entrevistámos Tomoaki Ayano, o novo produtor para Street Fighter X Tekken Vita e para as versões consolas, mas também da série Street Fighter.

Este expressivo japonês de 33 anos chega assim ao topo da carreira enquanto produtor, na medida em que Yoshinori Ono, o anterior responsável pela série estará a trabalhar num novo projeto ainda não revelado. Ayano é agora o novo homem forte da série Street Fighter. Sempre atento aos pedidos dos fãs e às comunidades dos jogos de luta, continuará a desenvolver um trabalho que pretende dar sequência às expectativas dos fãs. Street Fighter X Tekken para a Vita sairá para o final do ano, mas para saberem mais sobre o que pensa o produtor do jogo sobre a série e sobre o futuro update gratuito para a versão consola prossigam para a entrevista.

Eurogamer Portugal: Sendo o novo produtor de Street Fighter X Tekken será responsável pelos futuros DLC para as consolas domésticas e da mesma versão do jogo para a Vita?

Tomoaki Ayano: Sim eu vou ser o novo produtor, não só de Street Fighter X Tekken e o mesmo jogo para a Vita, mas também de outros jogos da série Street Fighter como Street Fighter IV. Mas embora eu seja responsável por muitos dados e informação associados ao desenvolvimento, Yoshinori Ono, o anterior produtor de Street Fighter, continuará a estar profundamente envolvido no processo de criação. Ele terá um papel de supervisão desde o topo. Eu vou apenas controlar todos os dados relevantes no campo das operações.

Eurogamer Portugal: Mencionou que Street Fighter X Tekken terá um modo de realidade aumentada. Porque não usar o mundo real como cenário, sendo que isso é algo que muitos jogos já começaram a fazer e têm mais ideias sobre as funções da câmara para este jogo?

1
Yoshinori Ono e Tomoaki Ayano em pose de luta.

Tomoaki Ayano: Nós ainda não estamos preparados para avançar com detalhes relativos à realidade aumentada e às funções da câmara, mas de qualquer modo nós tencionamos usar ao máximo todas as funções da Vita. Quanto à câmara, nós não estamos a tentar que esta possa afetar as batalhas por si só, por isso não é por mudares o ângulo da câmara que irás alterar as características da personagem. Nós queremos que as funções da câmara se separem de qualquer modo normal do jogo para criar algo interessante e único.

Eurogamer Portugal: Quando começaram a desenvolver a versão de Street Fighter X Tekken para a Vita e qual a função da Vita que lhe suscitou mais interesse?

Tomoaki Ayano: Em termos de período de desenvolvimento da versão para a Vita foi há cerca de um ano, pois mesmo durante o período de produção do jogo para as consolas nós já trabalhávamos na Vita, daí que há pelo menos um ano que nós estamos a trabalhar no jogo e ainda temos mais alguns meses pela frente. Quanto à função que achei mais interessante para a Vita, foi o ecrã táctil. A Vita tem imensas capacidades em termos de toque, que conduz a um "gameplay" único e interessante. Se jogares nas Vitas que temos na sala de exibição podes ver que integramos funcionalidades de toque nas batalhas. Mas em adição a isso nós estamos a trabalhar noutras funções para o ecrã tocável da Vita com repercussão em "gameplay".

Eurogamer Portugal: Sobre as 12 novas personagens. Planeou incorporá-las desde o início para a versão Vita?

"Tomoaki Ayano é o novo produtor para Street Fighter X Tekken Vita e para as versões consolas, mas também da série Street Fighter."

Tomoaki Ayano: Sim, nós pensamos em formas que pudessem diferenciar a versão para a Vita da versão para as consolas. Foi quando decidimos que iríamos acrescentar novas personagens para a Vita. Sendo que o desenvolvimento da Vita foi alargado nós tivemos em conta estas personagens e também as pessoas que fossem comprar a versão Vita pudessem ter nestas personagens algo de novo.

Eurogamer Portugal: Vimos na apresentação que os jogadores poderão usar o ecrã tátil da Vita como um mecanismo de pintura, para que possam personalizar as personagens. Vai permitir que os jogadores possam desenhar roupa para as personagens?

Tomoaki Ayano: Chegámos a pensar nisso durante o período de produção, mas acabamos por ficar apenas pela alteração da cor dos fatos e para já não vamos avançar mais do que isso. Nesta altura marcada pela internet muitos utilizadores poderiam retirar o fato da Cammy ou fazer coisas desse género mais ofensivas. Nós queremos manter o jogo seguro e por isso vamos ficar apenas pela mudança das cores tradicionais.

Eurogamer Portugal: Ontem joguei o jogo durante várias horas no "playroom". É um jogo impressionante visualmente. Soa e parece mesmo a versão para a PS3. E embora saibamos que a PS Vita é uma boa peça de hardware, enfrentaram um desafio quando transpuseram para a portátil um jogo de luta que acomoda 4 personagens em combate e há muito movimento no ecrã?

Tomoaki Ayano: Basicamente nós tivemos que retirar a versão das consolas, como a da PS3 e colocá-la neste sistema portátil que é a Vita. Felizmente a Vita é um "hardware" muito poderoso, daí que tenhamos desenvolvido esta versão de forma muito fiel às consolas. Nesse sentido algumas coisas tiveram de ser reduzidas, algumas texturas ficaram mais simples, mas de um modo geral joga-se como na versão para a PS3. Sente-se que são muito idênticas nesse sentido. Como sabes os japoneses são muito bons em pegar em coisas grandes e torná-las pequenas. São muito bons nisso, em termos de tecnologia e eficiência, daí que tenha sido um grande desafio, mas acabamos por chegar a um resultado muito satisfatório no final.

Eurogamer Portugal: Quando lançaram a versão de Super Street Fighter IV para a 3DS dois jogadores com a mesma consola podiam jogar entre si através de ligação local sem fios, ainda que só um deles tivesse o jogo. O outro podia descarregar uma personagem e combater num cenário. Essa solução será oferecida, do mesmo modo, aos utilizadores da Vita?

Tomoaki Ayano: Sim, a versão 3DS de Super Street Fighter IV teve essa função, mas infelizmente na versão Vita de Street Fighter X Tekken não terás essa função que permite a um jogador sem o jogo conectar-se ao jogo do adversário porque em Street Fighter X Tekken existem muitos dados a processar. Nós temos 4 personagens envolvidas numa só batalha e em adição tens outros aspetos personalizáveis. Embora não o possas fazer valerá a pena comprar outra cópia e partilhares o jogo devidamente com outro adversário.

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários