Votação Eurogamer - Favoritos do ano 2011

A opinião dos especialistas.

O ano de 2011 foi simplesmente fantástico para os videojogos, e claro, também para a Eurogamer Portugal e a sua comunidade.

Foi um ano em que consolidamos a nossa posição de liderança e o primeiro local de escolha para os jogadores poderem ficar a par de todas as novidades da indústria.

Foram 365 dias de informações constantes. Não tivemos um único dia do ano sem que os nossos leitores estivessem sem novidades.

Para dar um exemplo, foram mais de 7.600 notícias, mais de 2.700 galerias de imagens, mais de 200 análises e uns impressionantes 3.660 vídeos num único ano.

Não esquecer claro de todas as coberturas de eventos durante o ano, nomeadamente uma fantástica E3 em junho, bem como a gamescom na Alemanha, sendo a Eurogamer Portugal o único meio em Portugal a estar presente.

Mas o ano não poderia terminar sem falar do nosso novo site. Uma Eurogamer muito mais atual, com um site redesenhado, com novas tecnologias, que fez por si só manter a comunidade mais unida e que rapidamente se adaptou ao novo formato. Não esquecer também do crescimento da audiência, estando agora com quase 900.000 visitas mensais.

Tudo isto para resumir um ano em cheio, que se centra no mais importante, fornecer o melhor serviço aos nossos leitores.

O ano de 2012 já começou e esperamos que seja igual ou melhor do que o de 2011.

Os nossos leitores tiveram a oportunidade de votarem nos seus melhores de 2011, sendo que Uncharted 3: Drake's Deception levou para casa o galardão do melhor jogo de 2011. Da nossa parte escolhemos aqueles que nos deram maior prazer e aqueles que considerámos os nossos favoritos. Como de costume os melhores de 2011 foram escolhidos por vocês, e sempre será esse o Top oficial da Eurogamer Portugal.

Se perderam os artigos do Top 50 escolhido pelos leitores da Eurogamer Portugal, poderão ler bastando seguir os respectivos links: Escolha dos Leitores 2011 - Top 50-41, Escolha dos Leitores 2011 - Top 40-31, Escolha dos Leitores 2011 - Top 30-21, Escolha dos Leitores 2011 - Top 20-11 e Escolha dos Leitores 2011 - Top 10.

Deus Ex: Human Revolution

jorge
Jorge Soares - Não basta ser bom, tem que ser excelente.

"Quando pensamos no nosso favorito do ano, existe logo algo que é filtrado, nomeadamente aquele que nos toca mais. Não posso escolher o favorito por ser o mais mediático, aquele que vende mais, ou que se espera que seja o jogo do ano. O meu favorito é aquele jogo com o qual me identifiquei, com o qual partilho as mesmas ideias, visões e até, porque não, preocupações para com o futuro. Deus Ex: Human Revolution é para mim mais que um jogo. É na verdade uma obra que se centra sobre problemáticas atuais, por muito que pensemos que seja para um longínquo mundo.

O enredo, a banda sonora, a arte e design do jogo está simplesmente fantástico. É um jogo adulto para uma audiência adulta. Os temas abordados fogem do espectro banal e rotineiro que muitos jogos têm caído ultimamente. É um jogo credível, com uma enorme variedade de gameplay e formas de abordamos cada ação. As múltiplas escolhas e as consequências das mesmas, são outro dos factores que contribuem para que Deus Ex: Human Revolution tenham mudado e elevado a forma de ver e sentir os videojogos."

The Legend of Zelda: Skyward Sword

bruno
Bruno Galvão - Zelda continua a encantar.

O lançamento de um novo jogo na icónica série da Nintendo não é um acontecimento banal, é um ponto de destaque e um dos grandes momentos do ano. Skyward Sword não é excepção e novamente a equipa liderada por Eiji Aonuma prova com grande distinção porque esta série tem um encanto tão seu e tão especial. Desde o momento em que ouvimos Zelda e a sua canção de embalar que sentimos algo especial e quando Link começa a sua aventura, o jogador sabe desde logo que vai ser épico.

Skyward Sword é tão emotivo quanto os anteriores e tão especial, ou mais, quanto Twilight Princess, um jogo que me marcou bastante e um dos meus favoritos de todos os tempos. O estilo visual, em jeito de aguarela colorida, é espantoso e assenta que nem uma luva e não existem quaisquer dúvidas, The Legend of Zelda continua em 2011 um produto tão singular quanto o tem sido nestes últimos 25 anos, e o mérito é todo da Nintendo.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (58)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários