O que mudou em GTA 3 depois do 11 de setembro

Aviões, carros de polícia, missões e até a capa do jogo.

Dan Houser, vice-presidente da Rockstar, revelou como é que o ataque terrorista de 11 de setembro afetou o lançamento de Grand Theft Auto III e de como tiveram que fazer algumas mudanças de última hora no jogo.

Em entrevista com a EDGE, em jeito de comemoração do décimo aniversário de GTA 3, Dan Houser contou que houve uma série de equívocos sobre a quantidade de mudanças feitas no clássico da PS2.

"Houve uma série de equívocos de que as mudanças foram significativas. Fizemos algumas mudanças depois do 11 de setembro mas foram muito cosméticas. Muito do adiamento no lançamento do jogo, que foi apenas de duas semanas, deveu-se ao facto dos nossos estúdios em Nova Iorque estarem muito perto do Ground Zero, como tal qualquer trabalho que tivesse de ser feito ali ficou impossibilitado por um certo período."

"O ambiente no estúdio... foi muito perturbador, muito inquietante e esmagador," referiu ele. "O que aconteceu connosco aconteceu com toda a gente. Mas sentimos também que estávamos tão perto de fazer este grande jogo que apesar destes problemas, era nosso dever terminá-lo."

No que toca a mudanças ele explicou, "Tanto quanto me lembro, mudámos a cor dos carros de polícia para não pareceram semelhantes ao da NYPD, alterámos as trajetórias de vôo dos aviões para não parecer que eles iriam sobrevoar para dentro ou para fora dos arranha-céus, eliminámos uma missão que fazia referência aos terroristas, e mais umas linhas de diálogo dos pedestres e uma linha ou duas de diálogo das conversas na rádio."

"Algumas pessoas acreditaram que e tínhamos eliminado uma série de missões porque encontraram referências, nos códigos do jogo, a uma personagem chamada Darkel, mas ele tinha sido removido meses antes do lançamento e acabámos por nunca completar as missões."

Provavelmente a única grande alteração foi na capa do jogo da versão norte-americana, que não estava ao gosto de Houser.

Grand Theft Auto III foi lançado no dia 3 de outubro de 2001.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

PlayStation 5 CFI-1100 review: melhor ou pior do que a consola de lançamento?

O modelo revisto da Sony é tranquilizador e não controverso.

Short Games Collection chegará à Switch a 1 de Outubro e foi feita em Portugal

5 mini-jogos para quem quer diversão e tem pouco tempo.

Gran Turismo 7 usa o mesmo sistema de danos de GT Sport

Polyphony Digital confirma que usa a mesma tecnologia.

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários