Rockstar: Quanto menos mostrares o teu jogo melhor

Assim jogadores percebem que jogo está vivo.

Os jogos, tal como o cinema, têm tido ultimamente a tendência de nos contarem tudo, dando cada vez mais o maior número de informações sobre o seu produto.

Como exemplo temos Batman: Arkham City, que meses antes de chegar ao mercado, já todos sabiam que havia uma secção protagonizada pela felina Catwoman.

A Rockstar, autora de jogos como GTA e Red Dead, é uma das companhias que mais cuidado tem quando publicita as suas criações, controlando a informação que é publicada.

Em entrevista com o Variety, Dan Houser, co-fundador da Rockstar, assinalou que, "É muito importante para nós que os jogos transmitam um certo tipo de magia. As pessoas podem ficar chateadas por não mostrarmos mais informação, mas penso que o objetivo é que as pessoas usufruam da experiência."

"Quanto menos souberem sobre como montamos todas as peças e como as coisas acontecem e quais são nossos processos, mais se sentirá que o jogo está vivo, que estás a ser arrastado para dentro da experiência. É isso que queremos."

A Rockstar tem em mãos dois títulos que prometem fazer furor no próximo ano: Max Payne 3 e Grand Theft Auto V.

Salta para os comentários (17)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (17)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários