Finalmente chego ao que é verdadeiramente Battlefield 3, o seu modo competitivo online. Aqui é tudo colossal, desde os fantásticos mapas, passando pelas classes, pelos veículos, armamento e muito mais. É de facto impressionante a grandeza do jogo neste modo, onde há muito para aprender e muita coisa para gerir.

Os mapas são nove, localizados na Europa, Médio Oriente e América do Norte, todos eles enormes, preparados para fazer as delícias dos jogadores. São também muito versáteis, permitindo serem jogados em todos os modos de jogo. A sua dimensão é impressionante, fazendo jus ao que estamos habituados nos jogos desta série. Temos então, Operation Métro, Grand Bazaar, Tehran Highway, Caspian Border, Canals, Damavand Peak, Operation Firestorm, Seine Crossing e Kharg Island. Os modos de jogo disponíveis são seis, Conquest Large, Conquest, Rush, Squad Rush, Squad DM e Team DM.

Conquest permite jogar até 64 jogadores (PC) e 32 (consolas). Este modo de jogo é o grande responsável pelo sucesso da série Battlefield. Aqui temos que conquistar bandeiras e as manter em nosso poder o maior tempo possível, para que o inimigo vá perdendo pontos, matar o inimigo também reduz sua pontuação. Neste modo a estratégia de jogo é muito importante, há que saber gerir bem o número de unidades disponíveis e saber quais as bandeiras a conquistar. A boa distribuição das unidades pelo mapa é fundamental, pois há que conquistar e posteriormente ter a capacidade para as defender.

Rush, que permite no PC jogar até 32 jogadores e nas consolas 24, é o modo que foi disponibilizado na beta pública. A equipa que ataca tem que capturar e destruir pontos estratégicos e avançar para o próximo. A outra equipa terá que defender esses mesmos pontos. Este modo possui uma variante por equipas, onde jogam um menor número de jogadores e o mapa é mais pequeno, para quem não gosta de combates com imensos jogadores.

Squad DM e Team DM são fáceis de descortinar. São tradicionais combates em que ganha quem mais inimigos matar. Aqui os mapas são mais pequenos, os combates são mais apertados e muito intensos. Este modo é indicado a quem entra pela primeira vez no universo Battlefield, para se familiarizar com a jogabilidade e até com os mapas e respetivas classes.

"Battlefield 3 Multijogador é muito recompensador, atribui pontos a quase todas as nossas ações de combate."

O jogo permite que o jogador escolha a maneira como quer abordar cada batalha. Todas as classes têm as suas virtudes e seus pontos fracos, mas é visível que podemos jogar cada embate à nossa maneira através das múltiplas configurações do armamento que temos ao nosso dispor e as características particulares de cada classe.

Temos quatro classes disponíveis, Assault, Support, Engineer e Recon. Podemos ir experimentando todas elas, pois possuem características únicas e só depois de as experimentar é que saberemos qual delas se adapta ao nosso modo de jogar. O armamento inicialmente disponível vai sendo melhorado à medida que vamos jogando, desbloqueamos melhorias para as armas, novas habilidades para cada classe, até melhoramos o desempenho dos vários veículos conforme a sua utilização. A personalização é grande, as configurações do armamento e as habilidades disponíveis fazem com que consigamos criar classes dentro das próprias classes.

A classe Assault é fundida com a do médico, criando aqui uma classe mais versátil e com características mais abrangentes, este pode curar e ressuscitar os colegas de equipa. O Support tem a capacidade de providenciar munições, é também capacitado com explosivos. O Engineer é fundamental para abater veículos, tem também o poder de reparar veículos. Recon é de certa forma o mal-amado de muitos jogadores, pois é constantemente acusado de camper. Esta classe tem também a capacidade de marcar alvos para serem abatidos.

Battlefield 3 Multijogador é muito recompensador, atribui pontos a quase todas as nossas ações de combate. Seja matar um inimigo, assistir numa morte, destruir veículos, ajudar os companheiros através de medicamentos e munições, reparar veículos, completar objetivos em determinados modos de jogo, e a lista não tem fim. Estamos perante um jogo que deverá ser abordado com paciência, pois a sua magnitude é tal que por vezes nos sentimos um pouco perdidos em tamanhas batalhas.

Por vezes podemos achar que o jogo é frustrante, pois há ocasiões em que estamos constantemente a morrer, requerendo delinear uma estratégia para sabermos o que andamos a fazer no terreno. É fundamental saber escolher a classe, um bom conhecimento das suas capacidades, um bom estudo dos mapas que é adquirido através de muitas e longas horas de jogo.

E como é Battlefield 3 em grafismo? É do melhor que se tem visto nos últimos tempos. O motor Frostbite 2 é fantástico, a recriação dos campos de batalha é fenomenal, sendo também um dos pontos fortes da campanha para um jogador. A destruição dos cenários é muito realista, e o som é simplesmente fenomenal. Nos combates MP o som tem um papel preponderante, é uma das variáveis que confere ao jogo a sua grande aproximação com a realidade. Quem não fica arrepiado ao ouvir um helicóptero inimigo a aproximar-se? Ou um rocket a passar mesmo perto das nossas orelhas? Só mesmo jogando é que dá para saber qual a dimensão da excelente conjugação de todas as variáveis tecnológicas possíveis através do Frostbite 2.

Como resumo, posso dizer que Battlefield 3 tem duas caras, e bem distintas. A versão analisada foi a do PC, e em breve teremos um artigo que aborda as questões tecnológicas das diversas versões. A campanha para um jogador é de certa forma dececionante, com pouca imersão em toda a história e uma grande falta de conteúdo a explorar. É muito curta, pode ser acabada a jogar com calma em oito horas, o que é pouco para tanto potencial tecnológico. Já a vertente para múltiplos jogadores a conversa é outra, é como já referi, colossal em todos os sentidos. É uma experiência alucinante para todos os jogadores. Apesar do jogo trazer o modo campanha, é considerado um acrescento à série Battlefield, algo que oleia o pacote geral. Pois Battlefield 3 é um jogo primariamente multijogador, como sempre foi a série. Se procuram aquele jogo que vos irá agarrar durante meses a fio, Battlefield 3 é a escolha acertada.

9 /10

Publicidade

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Redator e editor EGTV

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelos vídeos da Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.