Tsukasa Takenaka, da Capcom, disse que a companhia não pôs de parte as raízes terroríficas de Resident Evil no quarto e quinto jogos da série, mas que em vez disso explorou um terror mais abrangente ao juntar-lhe ação sem limites.

Em entrevista com os nossos colegas britânicos da Eurogamer, Takenaka disse que acredita que deram a entender uma mensagem errada com aquilo que a companhia tentou fazer com Resident Evil 4 e 5.

"Não acho que Resident Evil 4 e 5 não sejam jogos de terror. O que tentámos fazer com esses jogos foi explorar diferentes tipos de terror. Por exemplo Resident Evil 4 não é sobre zombies. é sobre os Granados que falam palavras humanas e que vêm atrás de ti com armas. É um tipo diferente de horror do que teres coisas com zombies."

"Com Resident Evil 5 foi mais sobre a luz e as trevas e essas coisas novas que fomos finalmente capazes de fazer com o hardware para ver o contraste nos ambientes e os diferentes tipos de experiências surpreendentes e interessantes. Foi uma espécie de terror novo."

"Não quer dizer que estávamos a afastar do terror em prole da ação. Estávamos sim a tentar fazer diferentes tipos de experiências assustadoras. Foi talvez isso que ficou um bocado confuso na mensagem que tentámos passar."

Na E3 deste ano um representante da Capcom sublinhou que os fãs preferem um jogo que regresse às origens da série mais orientado para o terror, e tendo ouvido o que os fãs realmente querem, a Capcom poderá focar-se mais no terror nos próximos jogos da série.

"Sabemos que muitos fãs querem mais terror no próximo jogo," disse o representante. "A equipa de produção sabe disso também, lemos muitos comentários e pedimos feedback dos fãs, e houve muitas críticas em relação ao foco de Resident Evil 5 estar mais na ação."

"Penso que irão gostar do caminho que a equipa de produção está a tomar com o próximo jogo."

Takenaka reforçou também a ideia de que a Capcom leva o feedback dos jogadores muito a sério, e que o que os fãs querem é muito importante para a companhia, chegando ao ponto de levarem muito em conta as sugestões e queixas dos jogadores.

No entanto quando a Eurogamer lhe perguntou sobre Resident Evil 6, Takenaka disse apenas que, "Não sei. O que é Resident Evil 6?"

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.