Concerto The Legend of Zelda 25th Anniversary

Fomos a Londres com um leitor.

The Legend of Zelda é sem sombra de dúvidas, uma das minhas séries favoritas no universo dos videojogos. Possuidor de uma autêntica legião de fãs e títulos que se tornaram verdadeiras referências no seu género, The Legend of Zelda é reconhecidamente uma das séries mais respeitadas da indústria.

Não é minha intenção relembrar-vos todas as características que tornam esta série tão nostálgica, a obra nasceu e afirmou-se graças à inspiração de Shigeru Miyamoto, mas foi tendo também a contribuição de outras mentes brilhantes da Nintendo como Takashi Tezuka, Eiji Aonuma, Yusuke Nakano, Yoshiaki Koizumi, entre outros. Hoje o objetivo é falar sobre uma destas características em particular, que em muito contribui para a força desta série, a música.

Como em qualquer meio de entretenimento, existem ícones, clássicos, exemplos que fizeram/fazem a história do media, e que servem de inspiração para todos. A música de The Legend of Zelda está neste patamar desde o início, e tem conseguido manter-se ao mesmo nível nos últimos 25 anos. Koji Kondo é o principal responsável pelos temas que que fizeram parte fundamental das experiências proporcionadas nos vários jogos da série, sendo também justo referir a contribuição de outros compositores e músicos que trabalharam na série, Toru Minegishi por exemplo.

O som é um verdadeiro despertador de memórias, tive essa certeza na última terça feira em Londres. Como sabem a Eurogamer.pt juntamente com a Nintendo Portugal levou um felizardo leitor a assistir ao The Legend of Zelda 25th Anniversary Symphony em Londres. Este foi o único concerto realizado na Europa, e apenas o terceiro em todo o mundo (os outros dois foram em Tóquio e Los Angeles respetivamente). Assim, tratou-se de uma oportunidade única para os verdadeiros fãs Europeus da série se reunirem para celebrar os vinte e cinco anos de uma das mais adoradas séries da indústria, e ainda por cima para assistir ao poder musical dos temas icónicos de The Legend of Zelda, interpretados por uma imponente orquestra.

O Hammersmith Apollo encheu-se para oferecer uma experiência inesquecível aos fãs, havia pessoas de todas as idades, uns mais discretos, outros que não resistiam em exibir a sua Nintendo 3DS, ou até uma representação de cosplay adequada. O espetáculo abriu em grande, com a aparição do próprio Eiji Aonuma a arrancar uma explosão de aplausos da sala. A hora era para prestar homenagem à série, e assim Aonuma agradeceu a devoção de todos os fãs durante os últimos 25 anos.

Existiram vários momentos altos, a aparição de Zelda Williams para apresentar os temas foi um dos melhores. Como sabem, a filha do Ator Robin Williams (o Peter Pan), e cujo nome é inspirado na própria princesa Zelda da série, é uma confessa fã da série. A convite da Nintendo Zelda Williams foi então uma das anfitriãs da noite, continuamente a interagir com o público durante as pausas, e sempre divertida e visivelmente emocionada.

O The Legend of Zelda Main Theme Medley foi obviamente um dos mais aplaudidos, assim como o The Wind Waker Symphonic Movement. Pessoalmente, adorei ouvir o tema da Great Fairy´s Fountain interpretado de forma soberba. Mas o meu momento favorito foi a atuação surpresa de Koji Kondo em pessoa, a tocar a Grandma´s Theme em piano, lindo (beleza + nostalgia são uma combinação poderosa).

Para fechar tivemos ainda direito a ouvir o tema principal de The Legend of Zelda: Skyward Sword, que levou a sala ao delírio e bom, me deixou com mais antecipação do que nunca pela nova aventura de Link. A boa notícia é que este jogo virá com um CD com todos os temas tocados nos concertos da The Legend of Zelda 25th Anniversary Symphony, e assim todos terão a possibilidade de ouvir estes temas na melhor qualidade.

Fiquem com o relato do nosso leitor "Armandao", vencedor do passatempo, e com algumas fotos da aventura em terras de Sua Majestade.

Testemunho do Armandao:

"Uma experiência irrepetível, comemorar deste modo com os fãs, os 25 anos de uma série que me acompanhou durante estes anos todos como "gamer".

Este concerto faz-nos sentir melancólicos em tudo o que a série foi e expectantes no que ela se irá tornar. Ver também, o quanto é trabalhada a banda sonora de um jogo, seja agora ou que tenha sido há 25 anos. Obrigado Nintendo e Eurogamer Portugal." Armando Sousa.

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Aníbal Gonçalves

Aníbal Gonçalves

Redator  |  Darthyo

MMOs e RPG são com o Aníbal. Aliás existe um rumor na redação que a sua primeira casa é o World of Warcraft. Mas às vezes também o vemos a fazer uns exercícios. Não é mau de todo.

Conteúdos relacionados

Menu da Xbox Series X atualizado para 4K

Consolas receberam anda modo noturno.

FIFA 22 e PS5 no topo do Reino Unido em setembro

Consola da Sony teve um dos seus melhores meses de vendas.

Também no site...

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários