Uncharted era para ser jogo de fantasia

Shooters da Xbox mudaram a direção.

A série Uncharted é atualmente uma das maiores dentro do universo PlayStation, estando já a chegar ao seu terceiro jogo na PS3 e ainda com direito a um spin-off na PlayStation Vita.

O género de jogo em que se encaixa Uncharted, é denominado de shooter, um género que sempre esteve ligado às consolas Xbox.

Mas nem sempre foi esse a ideia para Uncharted. De acordo com um ex-funcionário do estúdio Naughty Dog, na verdade era antes para ser um jogo de aventura e fantasia, com elementos dos livros de Tolkien (Senhor dos Anéis, por exemplo).

Em declarações ao NowGamer, Don Poole, comenta que a passagem para o género de shooter de ação deveu-se a uma mudança de direção do jogo, tendo em vista o género que estava a reinar na rival Xbox 360.

Don Poole trabalhou na modelação de ambientes de Uncharted, e comenta "Estávamos a falar de um jogo mais 'realista' em termos de modelação e renderização, mas os conceitos iam mais longe. Um era uma floresta onde as pessoas viviam debaixo da terra. Tinha de certeza elementos de Tolkien".

A alteração de direção artistica foi feita pela Sony, que queria que o jogo fosse ao encontro do que o mercado pedia. Os jogadores eram cada vez mais velhos e que queriam fortes shooters. "A Sony queria muito ir na direção dessa fatia de mercado, e puxou todos os seus produtores nesse direção", comenta Don Poole.

O sucesso dos jogos na Xbox foi uma das razões da Sony incentivar uma mudança artística, e não só para o Uncharted e o estúdio Naughty Dog, bem como outros estúdios. Doole comenta, "A pressão por parte do sucesso da Xbox com fortes shooters foi uma força deveras real em nossa direção, nessa altura".

Agora a pergunta inevitável. Acham que foi uma boa estratégia a mudança de rumo artístico?

Publicidade

Salta para os comentários (51)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (51)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários