O prestigiado realizador de cinema Guillermo Del Toro demonstrou estar muito envolvido com a industria dos videojogos ao assumir o papel de produtor da ambiciosa trilogia de terror inSane, que será desenvolvida pelas mãos da THQ e Voltion.

No entanto a paixão dele vai muito mais além. Tanto é assim que ele considera os dias de lançamento de jogos da série Call of Duty como algo sagrado.

Em entrevista com o IGN, Del Toro comentou que, "Sou um fã incondicional de Call of Duty. Cada vez que é lançado um jogo novo nunca jogo online, mas completo a campanha single-player super rápido." Tanto é assim que a sua família "sabe que não me deve interromper no dia em que saem estes jogos porque é uma data sagrada para mim."

O cineasta confessou que o seu jogo favorito da série é World at War.

"Visualmente falando, embora não seja tão elegante e de tecnologia de ponta, World at War é o meu favorito. Esse jogo tem episódios incríveis em Berlim e no Japão. Visualmente é muito impressionante e muito envolvente," explicou ele.

No entanto Del Toro reconheceu que a série Modern Warfare também lhe enche as medidas.

Sobre a rivalidade entre Call of Duty e Battlefield 3, Del Toro comentou que é algo normal, uma vez que "Isso acontece também com os filmes. Temos a tendência de ver filmes rivais de vampiros, de meteoritos, de Branca de Neves... não acho que seja diferente no mundo dos videojogos, que é também uma indústria muito populosa e lucrativa."

Del Toro diz estar neste momento a jogar Portal 2 e aproveitou para remarcar que os videojogos sempre tiveram influência no seu trabalho.

"A estética dos jogos em termos de iluminação e desenho de som, ou desenho de efeitos, foram sempre muito importantes para mim. Há alguns desenhos de videojogos que foram tão poderosos e tão detalhados como qualquer filme," destacou. "Até mesmo nos dias dos jogos em CD-ROM houve jogos muito bons em termos visuais como Bad Mojo, que foi muito importante para mim ao encontrar uma palete de texturas, cores e coisas desse tipo."

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Mais artigos pelo Luís Alves