IO Interactive fala sobre Hitman: Absolution

Mundo aberto precisa de se sentir vivo.

A nova aventura do Agent 47, Hitman Absolution, levantou grandes expectativas durante a E3, onde os seus criadores surpreenderam com uma impressionante demo jogável do jogo que se destacava, principalmente, pela quantidade de coisas que se passavam em redor e de como respondiam os personagens não jogáveis às mais variada ações. Dois aspetos em que parece que os seus criadores estão a trabalhar afincadamente.

Numa entrevista com o blog da PlayStation, Tore Blystad, diretor do projeto, em conjunto com Christian Eleverdam, responsável pelo sistema de jogo de Absolution, falaram sobre o trabalho de criar um mundo aberto. Nesse aspeto, ambos destacaram que para que o mesmo tenha sucesso, o mundo precisa de se sentir vivo.

"Os personagens podem fazer muitas coisas diferentes de acordo com a situação. Juntamente com as sequências cinemáticas, esta foi a coisa mais difícil de se fazer, daí que tenhamos que construir o nosso próprio set de ferramentas e basicamente atacar-lhes de todos os ângulos," explicam eles.

"Se matas o tipo que devia acender as luzes de uma casa, a situação muda completamente," afirmam, uma vez que, "cada ação, por mais pequena que seja, tem a sua própria consequência no desenrolar da ação."

As decisões de como estas afetam o decorrer das missões prometem também ser muito mais livres e amplas ao longo do jogo. Como tal, por exemplo, numa missão iremos encontrar um polícia novato em que o seu chefe não pára de o recriminar.

"Este rapaz novo é sempre repreendido pelo seu chefe e tu podes precisamente distraí-lo. Ele irá investigar antes de continuar com a sua pequena história. Se tomares um caminho diferente, podes ver a sua história desenrolar-se de uma forma diferente."

"Este tipo de situações," assinalam os criadores de Hitman, "permitem que jogues com a tua moral: podes matar o novato sem lhe cortar a cabeça, ou isolar e matar o seu chefe, dando ao novato um momento de descanso. Nós queríamos mesmo incluir muitas coisas deste tipo." Uma vez que para a IO Interactive, eliminar este tipo de situações significaria criar um jogo de ação furtiva normal e corriqueiro.

Hitman: Absolution vai ser lançado apenas no próximo ano para PC, Xbox 360 e PS3.

Salta para os comentários (1)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários