Preso ladrão de Mortal Kombat

Era funcionário da fábrica da Sony.

Há algumas semanas noticiamos que o jogo Mortal Kombat tinha sido roubado de uma linha de produção da Sony, em Manaus, Brasil, antes mesmo do seu lançamento, provocando um enorme descontentamento para a Warner Bros, detentora dos direitos e distribuidora do jogo.

Agora de acordo com o site Brasileiro Manoreporter, o suspeito pelo desvio dos jogos foi preso.

A Polícia Civil do Brasil, em conjunto com a colaboração de advogados da própria Warner Bros Entertainment, endereçaram uma investigação sobre o sucedido, e prenderam um suspeito, Márcio Souza, que está assim acusado de ter desviado da linha de produção nove cópias do jogo, pois era funcionário da própria Sony.

De acordo com a Sony, este funcionário já foi despedido, em virtude de redução de custos na fábrica, mesmo antes de se ter descoberto que era o autor do roubo.

De acordo com a polícia, Márcio Souza está indiciado por roubo, violação de direitos de autor e de outros crimes.

Nesta história entra o Kaleb Ketlle, a pessoa que tornou público o roubo, exibindo-se na internet com vídeos do jogo e uma foto onde revelava o jogo original, versão PlayStation 3.

Este último era amigo de Márcio Souza, e recebeu duas cópias do jogo.

É caso para dizer, "O crime não compensa".

Salta para os comentários (24)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (24)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários