Exclusivo: Entrevista LittleBigPlanet 2

O grande mundo de Mark Healey.

LittleBigPlanet 2 está quase quase a andar nas PlayStation 3 de todo o mundo, mas antes disso, nada melhor que podermos entrevistar uma das mentes criativas por detrás de todo o sucesso da série LittleBigPlanet, o Mark Healey, co-fundador dos estúdios Media Molecule.

É indiscutível que LittleBigPlanet foi um marco na história dos videojogos, refrescando um conceito e trazendo um modo de edição para os jogadores que mostrou ser muito mais do que estava previsto. Depois de LBP a imaginação está do lado do jogador, que cria, projecta e coloca online os seus conteúdos, os seus jogos.

LittleBigPlanet 2 promete elevar ainda mais a fasquia da criação, sendo mais do que um jogo de plataformas, para ser uma plataforma para jogos. A Eurogamer Portugal ficou rendida com o jogo, atribuindo 9/10 na análise, considerando que "Num jogo cujo limite imposto é quase o da nossa própria criatividade, caberá aos jogadores elevar até parâmetros ainda impensáveis a qualidade, profundidade, e alcance da experiência. Afinal de contas LittleBigPlanet afirmou-se por isso mesmo, um jogo completamente à parte e difícil de comparar, como vivendo num mundo só seu."

Fiquem então com a entrevista a Mark Healy.

Eurogamer Portugal: Em 2009 disseram que fazer uma sequela para LittleBigPlanet seria contra-produtivo e que preferiam continuar a apoiar a comunidade. O que vos fez mudar de ideias?

Mark Healey: Essa foi uma citação mal interpretada. O Danny estava a referir-se ao cenário hipotético de lançarmos uma sequela que não era retro-compatível com LBP, fragmentando então a comunidade.

De qualquer forma, a sequela está a suportar a comunidade numa forma massiva – podem importar tudo do primeiro jogo, portanto todas as vossas criações e quaisquer DLC que tens vão passar, e os milhões de níveis da comunidade estão todos lá para jogarem dentro de LBP2 – com o bónus acrescentado de um motor gráfico melhorado!

Estamos muito confiantes que a existente comunidade vai ficar mais do que feliz com todas as novas adições cheias de estilo que fizemos.

Eurogamer Portugal: Porque foi o 3D removido dos planos de LittleBigPlanet 2?

Mark Healey: Não tenho conhecimento que foi alguma vez parte dos planos sequer! A dado momento fizemos uma experiência para ver como era com óculos 3D, mas apenas por gozo, e pareceu muito melhor do que esperávamos, mas por a correr a um rácio de fotogramas suficientemente bom teria comprometido outras coisas, por isso não investimos mais tempo nisso – talvez no futuro possamos adicionar isto...

Eurogamer Portugal: Vamos ver em LittleBigPlanet 2 ideias que não puderam fazer para o primeiro jogo?

Mark Healey: Absolutamente! É esse todo o propósito de LBP2 – LBP1 poderia ser descrito como um jogo de plataformas com um editor de níveis – mas LBP2 é uma plataforma para jogos!

Expandimo-lo para uma ferramenta de criação muito mais versátil – só com o teste beta vimos pessoas a criarem uma enorme variedade de diferentes jogos e experiências interactivas: jogos de corrida, jogos de luta, simuladores de voo, jogos de desporto, shooters em side-scrolling, first person shooters, jogos de puzzle...

Se não forem uma pessoa do tipo criador, vai haver uma variedade tão enorme de diferentes jogos por onde escolher após os criadores da comunidade terem o jogo completo por algum tempo – vai ser um verdadeiro terreno de criação para os grandes designers de jogos no futuro – Estou ansioso para ver alguém a criar todo um novo e ainda não definido género dentro da comunidade!

Eurogamer Portugal: Podemos esperar total retro-compatibilidade com o primeiro LBP?

Mark Healey: Bem, da última vez que ouvi existiam mais de 3 milhões e meio de níveis na comunidade, por isso podem haver alguns problemas de ajustamento (alguma pessoas conseguiram fazer coisas muito engenhosas e explorar vários erros por exemplo – é quase impossível saber se vão todos funcionar sem os testar realmente a todos – o que literalmente pode demorar anos!), mas total compatibilidade foi certamente o que procuramos.

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Rumor: EA Play será integrado no Xbox Game Pass

Serviço da Microsoft ficará ainda mais robusto.

Demo de NBA 2K21 a caminho

Experimenta-o antes do lançamento.

Vídeo mostra a impressionante evolução da série Microsoft Flight Simulator

De fundos pretos e linhas brancas a paisagens fotorealistas.

Também no site...

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários