Director de Blazblue: Apenas vejo jogadores

Disse sobre divisão entre ocidente e oriente.

Nesta indústria vemos normalmente uma distinção entre o Ocidente e Oriente, e ouvimos falar de títulos que apelam e são produzidos para esses "dois tipos" de jogadores.

O director de Blazblue, Takeshi Yamanaka, não concorda que é correcto traçar esta linha de divisão e diz até que "apenas vê jogadores".

Numa entrevista com a revista Edge, foi colocada a questão se alguma vez tinha considerado em fazer com que Blazblue apelasse mais aos gostos ocidentais. Takeshi respondeu: "Claro que não. Se queres um jogo que apele mais ao Ocidente então deves por ocidentais a fazê-lo."

"Pessoalmente, não vejo os utilizadores de acordo com a sua nacionalidade, mas como jogadores. Eu faço jogos para pessoas que gostam deles. Se existem pessoas que gostam de jogos de lutas com animações do estilo japonês e um cenário de fantasia, então estou a fazer um jogo para eles."

"Não compreendo porque alguns de nós querem traçar uma linha entre a indústria japonesa e ocidental. Eu apenas vejo jogadores com vários gostos."

Salta para os comentários (10)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

O que estamos a jogar - 24 Outubro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Cole Cassidy é o novo nome de McCree de Overwatch

Efeitos do processo legal que a Activision enfrenta.

Comentários (10)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários