Primeiros detalhes de Elder Scrolls V

Combate melhorado e cinco grandes cidades.

A Bethesda revelou os primeiros detalhes de The Elder Scrolls V: Skyrim, RPG que foi apresentado há umas semanas atrás e que continua a história do seu antecessor, mais concretamente 200 anos depois, e focado na região nórdica de Skyrim.

Tal como os rumores indicavam, os dragões estão de volta. A nossa missão como caçador de dragões é acabar com o God Dragon. Existe uma situação de instabilidade com uma guerra civil, pois o rei morreu. E alguns dos monstros revelados são aranhas gigantes, yetis e dragões.

No início do jogo não haverá uma selecção de classes, e cada habilidade que subir de nível aumenta os níveis globais, os valores de saúde, magia e resistência. Existem cerca de 10 tipos de raças.

Vamos ter ao nosso dispor 18 habilidades, que se desenvolvem conforme a especialização e a profissão escolhida pelo jogador, no entanto vamos poder experimentar um pouco de todas as profissões.

O combate será mais dinâmico e táctico. Vamos poder atribuir uma função para cada uma das mãos, como magia, duas armas ou uma arma e um escudo. Agora é dado mais ênfase ao estilo de cada arma, e é possível correr usando a resistência para procurar melhores posições de combate. A vista na terceira pessoa também foi melhorada.

Ficámos a conhecer que existem grandes cidades, e uma maior variedade de cavernas e catacumbas. As missões serão mais dinâmicas, e serão determinadas pela personalidade do jogador e das suas acções durante o jogo. Deram o exemplo de que com um personagem com habilidades mágicas podemos conhecer outros magos que não surgiriam se o jogador tivesse um perfil de guerreiro.

Largar uma arma na rua pode fazer com que uma pessoa a apanhe e te a devolva, ou poderá fazer com que alguns cidadãos andem à luta para tê-la. As missões poderão também variar de acordo com a forma como o jogador joga e os locais visitados, e os inimigos terão um nível apropriado ao do jogador.

Vai haver uma opção para desactivar toda a interface do ecrã. As conversas serão mais naturais, sem uma postura estática, as pessoas circularão entre as cidades de forma mais natural.

Em termos técnicos, as sombras serão dinâmicas, e os modelos das personagens e caras foram melhorados significativamente. Expressam emoções e serão diferentes conforme as suas raças.

O efeito da neve está representado de forma natural, já não será apenas uma simples textura no terreno, e as árvores e folhas mexem-se de forma independente conforme o vento.

Salta para os comentários (56)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Parte 2 de Fantasian está quase pronta

Mistwalker promete que será maior que a primeira.

Digimon Survive adiado novamente

Só na segunda metade de 2022.

Monster Hunter Rise acima dos 7 milhões de unidades vendidas

Resident Evil Village acima dos 4.5 milhões de unidades vendidas.

Crimson Desert adiado e sem nova previsão

Equipa precisa de mais tempo.

Também no site...

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Parte 2 de Fantasian está quase pronta

Mistwalker promete que será maior que a primeira.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

Comentários (56)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários