Pachter diz que se deveria pagar pelo multiplayer

É uma boa oportunidade de negócio.

O analista Michael Pachter sugeriu que o facto da Activision não ter tornado o multiplayer da série Call of Duty num negócio a pagar, poderá ter chateado os investidores da companhia e que até poderia entender-se como "uma traição à confiança dos investidores."

"Lamentamos ouvir que o novo chefe de publicações da Activision negou plenamente que a companhia tivesse planos para cobrar pelo multijogador," afirmou Pachter.

"Acreditamos que até que as editoras enfrentem a cobrança pelo multijogador, as vendas de jogos continuarão a ser afectadas pela decisão altruísta das editoras de dar um entretenimento significativamente superior no seu valor por hora."

"Vemos esta relutância em cobrar pelo multijogador como uma traição à confiança dos investidores," concluiu Pachter. "Do nosso ponto de vista, cobrar pelo multijogador é uma das maiores oportunidades que têm as editoras, e acreditamos que seria um erro estratégico grave deixar passar esta oportunidade."

Salta para os comentários (62)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

O que estamos a jogar - 22 janeiro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

The Elder Scrolls 6 poderá estar ainda em pré-produção

De acordo com currículo entretanto apagado.

Horizon Forbidden West terá apenas um final

Diretor da Narrativa revela mais pormenores.

Também no site...

Horizon Forbidden West ocupa quase 97GB na PS5

Poderás começar o download a 11 de fevereiro.

O que estamos a jogar - 22 janeiro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

The Elder Scrolls 6 poderá estar ainda em pré-produção

De acordo com currículo entretanto apagado.

Comentários (62)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários