THQ com menos IPs para crianças

Quer apostar mais em IPs internos.

A THQ está a planear lançar menos jogos baseados em licenças para crianças, apesar de ser uma editora bem sucedida nesse campo.

Em 2010 a THQ lançou jogos como Megamind, Marvel Super Hero Squad, Madagascar, SpongeBob SquarePants e The Last Airbender.

Daqui para a frente, a aposta da THQ será em IPs internos.

"Estamos a reduzir alguns dos nossos investimentos em produtos licenciados; essas são as coisas que não estão a funcionar tão bem como antes," disse Brian Farrell, CEO da THQ.

"Teremos sempre uma mistura de IPs licenciados e IPs nossos."

"Mas a verdadeira vitória na indústria e para nós, é que pensamos que existe um valor significante de criação que virá de IPs como Homefront, UDraw, Red Faction e Saint's Row."

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Moon Knight e She-Hulk serão séries live action no Disney+

Bruce Banner deixou de ser o único Hulk.

Série The Mandalorian recebe primeiro trailer

Pedro Pascal protagoniza a série de Star Wars.

Cyberpunk 2077 estará no Tokyo Game Show

Spike Chunsoft promoverá o jogo da CD Projekt RED.

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários