EA quer que Tiger Woods volte a ganhar

Para que faça sentido acordo comercial.

A Electronic Arts é das poucas grandes companhias que manteve os seus contractos comerciais com Tiger Woods depois dos seus escândalos extra-conjugais, mas a companhia não parece estar muito disposta a manter a relação.

John Riccitiello, CEO da Electronic Arts, disse que não existem qualquer tipo de pressões contra Tiger Woods, mas assinalou também que, "embora não tenhamos planos para nos separarmos, é um negócio que se baseia em fazermos o melhor jogo de golfe, e ele é o melhor nesse desporto," pelo que acredita ser necessário que Woods recupere a senda de vitórias.

O último jogo da série sofreu uma queda a pique de 68%, e os vários analistas apontaram como grande causa a imagem deteriorada de Tiger Woods.

De qualquer forma Riccitiello garante que, "Daremos o benefício da dúvida durante um determinado período de tempo."

Salta para os comentários (2)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários