Falta de diversidade pode afundar 360

Analistas falam vantagem entre 360 e PS3.

David Cole, da consultora DFC Intelligence, disse que as vendas globais da PS3 irão ultrapassar as da Xbox 360 em 2011, isto porque à consola da Microsoft falta-lhe diversidade que apele a um mercado internacional.

Em entrevista com o IndustryGamers, Cole disse que devido à Xbox 360 focar-se mais nos shooters do que em qualquer outro género, e juntando o facto de se focar mais no mercado norte-americano, brevemente irá cair para o terceiro lugar.

"Temos vindo a prever nos últimos 3 anos que a PS3 irá apanhar a 360 em 2011. Penso que o grande problema é que a 360 tem sido primariamente uma plataforma para os jogos FPS e tem-lhe faltado a diversidade para apelar a um mercado internacional mais amplo... principalmente no Japão e Europa onde a Sony é muito forte. A Xbox 360 tem sido muito mais forte na América do Norte do que é na globalidade," disse ele.

"O grande problema penso que seja o facto da Sony (e também a Nintendo) ser tão forte na Europa e Japão. Penso que em termos de fazerem as coisas diferentes eles provavelmente deveriam ter-se focado mais na Europa e desistido do Japão. Eles teriam melhores hipóteses na Europa."

O Kinect poderá ser a resposta da Microsoft para mudar o seu foco, no entanto Cole pensa que isso não é suficiente para fazer frente à Sony.

"Daqui para a frente não sei se haverá muito mais a fazer. Eles vão tentar com o Kinect mas não vejo isso a fazer efeito. Penso que a PS3 brevemente irá ultrapassar a 360 de vez," disse ele.

Outro analista foi contactado também pelo site e este parece ser mais optimista no que diz respeito à Microsoft conseguir manter a sua distância em relação à Sony.

"Não acreditamos que a Microsoft tenha desperdiçado de alguma forma a vantagem; principalmente quando consideramos que a maioria dos especialistas esperavam que fosse a Sony a dominar a próxima geração," disse Mike Hickey da Janco Partners.

"Talvez seja mais importante saber para onde vamos a partir daqui, sem a introdução de uma nova consola a médio prazo; acreditamos que o Kinect seja o acelerador orgânico da base instalada mais identificável (para além das continuadas reduções de preço e promoções agressivas de bundles), que irão certamente prolongar a sua liderança global sobre a consola da Sony."

Jesse Divnich da EEDAR parece concordar com Hickey. "Nada correu mal. As conquistas da Xbox 360 são incríveis," disse ele. "Começaram por ter de lutar por um distante segundo lugar na passada geração, para agora serem considerados uma das plataformas mais saudáveis para o desenvolvimento de jogos. A PS2 superou a Xbox num rácio de perto de 7 para 1 na Europa e de quase 40 para 1 no Japão. Em 2010, a PlayStation 3 tem vendido mais que a Xbox 360 num rácio um pouco acima do 1 para 1 na Europa e de apenas 10 para 1 no Japão."

"Para uma companhia que entrou no espaço dos videojogos mais tarde, conseguir fazer frente a dois concorrentes com décadas de jogadores fiéis, a Microsoft pode-se orgulhar dos seus feitos. Quaisquer falhas a apontar estaríamos a ser picuinhas."

Michael Pachter, o analista mais famoso dos videojogos, acredita que o Kinect faça com que a Xbox 360 fique de vez no segundo lugar.

"O que é que as pessoas esperavam? A Sony tem uma grande vantagem no Japão, na Europa estão a par e está bastante atrás nos Estados unidos. Trata-se apenas de uma questão de tempo até que a sua liderança no Japão se repercute também nos Estados Unidos. Eu não diria que tudo foi errado."

"No início deste ciclo, pensei que a PS3 iria vencer por causa da sua grande fidelidade de fãs na Europa e de estar muito enraizada no Japão. A Nintendo surpreendeu-me muito pelas suas vendas fenomenais, e passado um ano ou dois, eu disse que a Sony iria mesmo assim terminar em segundo devido à sua vantagem no Japão. Agora penso que com o Kinect e com uma vantagem no preço, a Microsoft poderá muito bem manter a sua posição, e acho claramente que a Microsoft não fez nada de forma errada."

Actualmente a diferença entre a PS3 e a Xbox 360 é de cerca de 3 milhões de unidades. Veremos se tudo não passa de uma questão de tempo até que a Sony apanhe a consola da Microsoft, ou se o Kinect marcará a diferença.

Salta para os comentários (67)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (67)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários