Activision descarta Project 10$ da EA

Kotick põe-se do lado dos jogadores?

Bobby Kotick, CEO da Activision, garantiu durante uma entrevista ao site Joystiq, que iniciativas como o Project 10$ da Electronic Arts são negativas para os jogadores.

De acordo com Kotick na Activision "não estamos a fazer nada para suprimir o mercado de jogos usados. O que fazemos é dar apoio ao nosso público e, quando falas com eles, eles gostam de ter uma espécie de moeda. Gostam da ideia de poderem usar um jogo a que já não jogam para usá-lo como moeda de troca para comprar outros jogos. Podíamos fazer o mesmo que a EA, mas achamos que não é interessante para o jogador, como tal optámos por não fazê-lo."

Para Kotick a forma apropriada de recuperar o dinheiro que não obtêm com as vendas de jogos de segunda mão é apostar nos conteúdos descarregáveis.

Uma escolha em que a Activision não se tem dado nada mal. Em Agosto a companhia tinha anunciado que a série Call of Duty tinha vendido mapas descarregáveis no valor de vinte milhões de dólares, e o Stimulus Pack de Modern Warfare 2 foi descarregado dois milhões e meio de vezes durante a primeira semana que esteve à venda, por um preço de 15 dólares cada.

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários