Castlevania: Lords of Shadow

O recomeço de uma saga.

Castlevania é uma daquelas séries extremamente bem sucedidas no campo do 2D que teve algumas dificuldades em adaptar-se 3D, o que eu quero dizer é, embora os jogos tridimensionais de Castlevania tenham recebido notas que variam entre o bom e o razoável, nunca conseguiram alcançar a grandeza e a glória que a série possuía na época do 2D (Castlevania: Symphony of the Night diz olá). Por esta razão, creio que um dos objectivos para Castlevania: Lords of Shadow é acabar com esta "tradição" e por a série de volta nos carris.

Castlevania é uma das franquias mais valiosas da Konami, e como tal, decidiu entregá-la a uma das figuras mais célebres desta indústria, Hideo Kojima. Kojima por sua vez confiou a produção de Lords of Shadow à produtora espanhola Mercury Steam. A Kojima Productions ficou apenas com a função de supervisionar/dar conselhos para o jogo.

Convém referir que Castlevania: Lords of Shadow é um recomeço da série, os seus acontecimentos e história não estão necessariamente ligados aos títulos anteriores. A razão pela qual se decide reiniciar uma série é evidente, para dar uma nova imagem, para atrair jogadores não-familiarizados e para haver mais liberdade criativa. Sem as correntes dos Castlevania anteriores a Mercury Steam pôde dar vida à sua visão de Castlevania.

A trama deste Castlevania passa-se no ano de 1047. A ligação da Terra com os céus foi separada pelos Lords of Shadow e como consequência criaturas sobrenaturais vagueiam livremente atacando os vivos e as almas dos mortos não conseguem ascender aos céus. O amor da personagem principal, Gabriel Belmont (devido a isto ser um reiniciar da série, há dúvidas se Gabriel pertence ou não à família Belmont dos outros Castlevania, apesar do seu apelido indicar que sim), foi morta por uma destas criaturas e a sua alma está presa na Terra. Gabriel é um membro da Brotherhood of Light, um irmandade que protege os humanos das criaturas sobrenaturais, e embarca numa missão para derrotar os Lords of Shadow e salvar o mundo, e ainda para obter a God Mask (está dividida em três pedaços, cada Lord of Shadow dá acesso a um deles) que tem o poder para ressuscitar os mortos, com esta mascara Gabriel pretende trazer de volta a sua amada.

As primeiras horas de jogo assustaram-me devido à sua repetividade, mas felizmente, as primeiras horas não representam Lords of Shadow por inteiro, o jogo vai melhorando ao longo dos 12 capítulos. Uma das razões para isto são os elementos que vão sendo adicionados à jogabilidade. Através de uns mecanismos encontrados em alguns níveis a cruz de Gabriel pode ser melhorada com mais funções, uma das mais importantes e que desbloqueamos nos primeiros capítulos é uma corrente que vai ajudar imenso secções de platforming.

Esta corrente não será a única habilidade que irão desbloquear, o jogo todo "brinca" com uma série da habilidades que vão sendo desbloqueadas, e digo brinca porque se quisermos explorar certas áreas temos de voltar atrás nos capítulos pois naquela altura ainda não tínhamos desbloqueado determinada habilidade. Se fizerem isto, a longevidade aumenta ainda mais.

O que distingue Castlevania: Lords of Shadow de outros jogos do género é a exploração dos níveis. Agradou-me o facto de não serem completamente lineares e de haver recompensas para quem explorar ao máximo, existem caminhos alternativos que levam a recompensas, nomeadamente umas pedras preciosas aumentam a nossa energia vital.

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (52)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Revelados jogos Free Play Days para a Xbox

Joga à borla Star Wars: Squadrons e mais.

Consolas Game & Watch de Super Mario e Zelda a metade do preço na Worten

E ainda uma série de exclusivos com 15% de desconto!

God of War PC recebe trailer ultrawide

Sony mostra alguns dos encantos da nova versão.

Comentários (52)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários