"Anonimato suspende a realidade"

Comenta a Blizzard sobre a recusa do RealID.

A pouco meses do lançamento do StarCraft II a Blizzard enveredou por uma campanha que visava obrigar a todos os jogadores a usarem o seu primeiro e último nome nos fóruns oficiais, chamado de Real ID.

Esta medida obteve uma onda de protestos, obrigado a Blizzard a deixar de lado as suas intenções.

A Blizzard agora comenta que aprenderam muito com este acontecimento, e em declarações ao Gama, Greg Canessa, director do projecto Battle.net comenta que as pessoas gostam do anonimato, e querem de certa forma suspender a realidade.

Canessa comenta, "Penso que seja um fenómeno sociológico interessante, pois as pessoas estão completamente à vontade para pôr o seu nome, rosto, filhos, esposa e informações pessoais a público, para todos verem no Facebook, mas eles não estão dispostos a fazer, em alguns casos, a mesma coisa no espaço do jogo".

StarCraft II foi o último jogo lançado pela Blizzard, obtendo a fantástica nota de 9/10 na Eurogamer Portugal, e já no início de Dezembro chega a expansão de WoW: Cataclysm.

Salta para os comentários (2)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets  |  eurogamerpt

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Já há quem jogue Pokémon Legends Arceus no Twitch

Grande parte dos detalhes do jogo estão na Internet.

Nvidia aumenta os preços das gráficas RTX 30

A RTX 3090 ficou 100 euros mais cara.

Watch Dogs Legion não receberá mais atualizações

Ubisoft dá por terminado o apoio ao jogo.

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários