Skip to main content

Alone in the Dark terá combate 'difícil e intenso', mas o foco é nos puzzles

O jogo chega em outubro.

A editora THQ Nordic e a produtora Pieces Interactive revelaram recentemente uma série de informações sobre o novo Alone in the Dark.

Sabemos que o jogo dura entre 12 a 20 horas, terá modo desempenho e qualidade e que o próprio estúdio quer continuar a apostar na saga.

Agora, de acordo com o Gaming Bolt, ficamos também a saber que o jogo vai esforçar-se para criar “uma distribuição igualitária entre os pilares clássicos do terror de sobrevivência”, ou seja, combate, exploração, quebra-cabeças e história.

O produtor Andreas Schmmeidecker revela, no entanto, que entre todos estes pilares, o jogo terá “uma leve tendência para exploração e quebra-cabeças” e, embora o combate “não seja o foco principal do jogo”, ainda assim será “difícil e intenso”.

“Portanto, explorar Derceto, conhecer os seus moradores, encontrar chaves e pistas e obter acesso a áreas anteriormente inacessíveis desempenhará um papel importante na experiência. Explorar e resolver quebra-cabeças sem qualquer ajuda exigirá um pouco de paciência, bem como a vontade de pensar não linearmente e encontrar o teu próprio caminho pela mansão.", afirma Schmmeidecker.

Alone in the Dark será lançado a 25 de outubro na PS5, Xbox Series X/S e PC.

Lê também