Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Activision vai às compras em tempo de crise

Presidente da companhia confirma que estão abertos a aquisições.

A Activision Blizzard é das poucas companhias que não se estão a deixar afectar pela crise económica mundial. A fusão entre a Blizzard, Vivendi Games e Activision formamram este grupo empresarial que não ultrapassa apenas sem problemas a recessão, mas também se atreve a comprar empresas numa altura complicada.

Numa entrevista concedida ao Bloomberg, Mike Griffith, CEO da Activision, afirmou que a sua companhia está aberta a possíveis comprar, e que vão estudar qualquer tipo de negócio ao longo dos próximos meses.

A supracitada fusão ofereceu grande estabilidade à multinacional, que edita jogos de séries tão famosas como Call of Duty, Diablo, Guitar Hero e Starcraft e que contam com fãs em todo o mundo.

Para além de novas aquisições, a companhia também está aberta à criação de novas licenças e propriedades intelectuais.

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários