Skip to main content

Activision não gosta do Game Pass ou serviços

Diz que veio prejudicar o negócio.

Com a Comissão Federal do Comércio nos Estados Unidos a defender em tribunal o porquê de querer bloquear a fusão entre a Microsoft e a Activision Blizzard, o Game Pass tornou-se num dos temas do momento e se alguns tecem elogios, outros preferem criticar.

Após Jim Ryan, diretor executivo da PlayStation, ter dito que a maioria das editoras com quem fala descrevem o serviço da Microsoft como "destrutivo para o valor" dos jogos, temos Bobby Kotick, diretor executivo da Activision Blizzard a criticar os serviços por subscrição.

"Tenho uma aversão geral à ideia de serviços de subscrição com vários jogos. Talvez parte disso seja por estar em Los Angeles e ter grandes companhias media a passar o seu conteúdo para estes serviços de streaming por subscrição e os resultados do negócio sofreram," disse Kotick em tribunal.

"Não concordou com a ideia de um serviço de subscrição para vários jogos como proposta de negócio para o futuro, mas a Activision e a Microsoft concordaram em discordar."

Com o finalizar da fusão, os jogos da Activision Blizzard serão colocados no Game Pass e isto será um contraste com a atual postura da companhia, que não coloca os seus jogos nos serviços, apenas com raras exceções, como novidades mensais PS Plus.

Lê também