Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Aaron Greenberg da Xbox defende God of War dos fãs tóxicos

Pede respeito pelos criadores de jogos.

A questão da toxicidade dos fãs voltou aos holofotes nos últimos dias, com alguns utilizadores a assediarem a Sony Santa Monica e Ron Gilbert (criador de Monkey Island).

No caso específico da Sony Santa Monica, alguns fãs até enviaram fotos explícitas para os produtores em troca de informações sobre God of War: Ragnarok.

Estes comportamentos não passaram despercebidos por Aaron Greenberg, da Microsoft, que respondeu a um tweet da Santa Monica dizendo o seguinte:

"É sempre bom lembrar e respeitar os seres humanos reais que trabalham duro para criar os jogos que todos amamos". Podes ver esse tweet já a seguir:

Falando do caso de Return to Monkey Island, as críticas ferozes após a revelação do jogo levaram Ron Gilbert a decidir não publicar mais atualizações.

De qualquer das formas, é uma questão de paciência até novas informações serem dadas para God of War: Ragnarok, já que o mesmo está agendado para 2022. O próprio Cory Barlog, que foi o diretor do jogo de 2018, já veio a público pedir paciência aos fãs da aguardada sequela.

Sobre o Autor

Jorge Salgado avatar

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Comentários