Skip to main content

A Sony e a Microsoft não são competição, de acordo com Reggie Fils-Aime

Mas sim o tempo livre dos consumidores.

A Nintendo encontra-se, neste momento, numa posição confortável na indústria dos videojogos, com a Switch a bater recorde atrás de recorde e a não mostrar sinais de cansaço - talvez por ser uma alternativa tão distinta daquilo que a Sony e a Playstation oferecem.

Este panorama levou Reggie Fils-Aime da Nintendo of America a afirmar que vê o tempo livre dos jogadores como o seu principal concorrente, ao invés da Sony ou da Microsoft.

"Se removermos as horas por dia que comes, dormes, trabalhas e estudas, todo o tempo que resta é tempo de entretenimento do consumidor", disse Reggie à Ars Technica durante o Summit Geekwire.

"É contra isso que competimos, minuto a minuto. O tempo que passas a navegar na Internet, a assistir a um filme, a ver uma retransmissão de uma conferência: esse é o tempo de entretenimento contra o qual competimos", garantindo que esta concorrência é ainda maior que as outras companhias do mercado dos videojogos.

"Eu compito por tempo. Para isso, tenho que ser criativo e inovador de maneira a conseguir ganhar essa batalha." Vale a pena recordar que circulam ainda rumores sobre uma nova Nintendo Switch.

Lê também