Skip to main content

A Bungie vai afinar as exóticas de Destiny 2

Temos saudades da Gjallarhorn!

As armas e armaduras exóticas são a próxima atenção da Bungie em Destiny 2.

Desde há algum tempo para cá que os fãs se têm queixado que os equipamentos exóticos, uns mais do que outros, já não são poderosos o suficiente. De facto, as armas exóticas eram das coisas mais desejadas no primeiro jogo e quase todas elas, pelo menos inicialmente, eram muito fortes.

Relativamente à afinação das armas e armaduras exóticas, Jon Weisnewski, designer sénior na Bungie, disse que o objectivo é afinar estes equipamentos e aumentar o nível de poder que oferecem aos jogadores.

"Como é que isto vai acontecer? Olhámos para a Graviton Lance como um exemplo. O conceito funcional é uma arma que dispara dois tiros cósmicos de Void que criam um túnel sem resistência de ar para que um tiro de precisão de elevado calibre possa passar," foi dito.

"As primeiras duas rondas quase não têm recoil e escorvam o ar, e a terceira ronda causa grande dano sem redução. Uma morte manda o corpo para trás com força considerável e explode."

Os jogadores dizem que a arma parece fantástica, tem bom som e causa uma explosão espectacular, mas queixam-se que não conseguem usar a arma efectivamente no PVP porque a maior parte do ano está no final do burst e o corpo do adversário vai demasiado para trás.

Para corrigir a arma, a Bungie reduziu o recoil, adicionou assistência de mira e trocou o perk de três rondas para duas. A Bungie também alterou o efeito que a explosão tem no corpo, de forma a que o corpo do adversário vá para trás mas também para cima. A explosão também será maior e causará mais dano.

A afinação da Graviton Lance é apenas um exemplo, no entanto, a Bungie sublinhou que determinadas armas vão continuar iguais, nomeadamente a Merciless , Telesto, Wardcliff Coil, MIDA Multi Tool, Colony, Legend of Acrius e Vigilance Wing. Estas armas, segundo a Bungie, estão bem como estão.

"Acredito que a espera vai vale a pena" concluiu Jon Weisnewski.

Lê também