Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

A Bungie não será amordaçada e calada, diz o seu CEO

Rumores em torno de imposições da Sony continuam a gerar rumores.

Os rumores em torno da alegada mensagem deixada por Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, sobre respeitar as divergentes posturas sobre o aberto continuam a dar que falar e após a Insomniac Games, temos agora a Bungie a reagir, apesar de não o fazer de forma direta.

A Bungie, uma das primeiras companhias a manifestar-se em defesa do aborto, assegurando que não deixaria de lado a política pois interfere com a vida dos seus funcionários e consequentemente interfere com toda a companhia.

Após uma mensagem na qual é escrita a esperança que a "Bungie não seja amordaçada" pela Sony após a compra, duas das principais figuras na casa de Destiny asseguraram isso não vai acontecer. Segundo dizem, a Bungie continuará a usar a sua voz para se manifestar em defesa dos valores nos quais acreditam.

De acordo com recentes rumores, a PlayStation não permitirá aos seus estúdios se manifestarem publicamente sobre estas questões e um dos principais gestores da comunidade assegurou que ninguém calará a Bungie, mensagem que mereceu a confirmação de Pete Parsons, CEO da Bungie.

"Admito, sou apenas um gestor da comunidade no esquema geral, mas tenho confiança no seguinte: Somos e continuaremos a ser, a Bungie," disse o gestor de comunidade.

"Nunca haverá uma mordaça grande o suficiente para nos parar de defender o que está certo," acrescentou.

Parsons, CEO da Bungie, reagiu a esta mensagem dizendo apenas que "sim".

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes