Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

A Arkane voltará eventualmente aos seus simuladores de imersão

Mas quiseram apostar num mundo aberto.

Com Redfall, a Arkane afasta-se ainda mais de títulos como Dishonored e Prey, jogos pelos quais ficou conhecida e através dos quais aprofundou a sua metodologia de imersão e livre interpretação de cenários construídos como quebra-cabeças adaptáveis ao estilo de jogo do jogador.

Redfall será mais shooter, terá vertente cooperativa e decorre num mundo aberto, representando algo ainda mais afastado do ADN da Arkane do que Deathloop. No entanto, este é um grande desejo do estúdio e eventualmente vão voltar aos títulos que os marcaram.

Harvey Smith, diretor da Arkane, disse ao GamesRadar que "eventualmente voltaremos aos ambientes imersivos e fechados, estilo simulação. Mas por uma vez que seja, queremos descobrir como seria vaguear por um mundo aberto da Arkane e ver onde cada pequena estrada te leva."

Smith diz que o ciclo gameplay de Redfall estará ligado a grande liberdade do jogador e às histórias que surgem de forma dinâmica para te incentivar a ir a locais diferentes.

"Alguns dos momentos de maior impacto em Redfall surgem ao vaguear, a absorver o mundo e a ficar preso em grande ação por alguns momentos. Essa foi a atmosfera que tentamos criar desde o início."

O diretor da Arkane diz que eventualmente vão voltar ao tipo de experiência pelas quais ficaram conhecidos, mas não ignoraram o desejo de criar uma experiência Arkane em mundo aberto.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários