Skip to main content

505 admite que geriu mal o upgrade PS5 e Xbox Series de Control

Promete não repetir o erro.

Num momento em que a Sony está debaixo de fogo pela sua decisão de restringir o acesso às duas gerações de consolas às versões mais caras de Horizon Forbidden West, a 505 Games reconhece que geriu mal o upgrade de Control.

Numa entrevista com o GI.biz, Neil Ralley, presidente da 505 Games, a editora de Control, desenvolvido pela Remedy Entertainment, falou sobre a polémica decisão de restringir o acesso ao upgrade gratuito da anterior geração para a atual à versão Ultimate Edition. Isto negou a quem comprou a versão original a possibilidade de transitar gratuitamente da PS4 ou Xbox One para a PS5 ou Xbox Series.

"Cada transição de uma geração para a seguinte cria desafios no desenvolvimento e lançamento de jogos. A opção da Smart Delivery, se posso usar o termo para generalizar, era algo que não tínhamos enfrentado antes enquanto indústria."

"Para Control, tomámos certas decisões que restringiram a forma como podemos executar a Smart Delivery para a versão de próxima geração de Control. Foram decisões corretas na altura, mas criaram bloqueios."

Segundo diz, não existia forma de recuarem e alterarem o que fizeram para ativar a Smart Delivery na versão original de Control nas consolas PlayStation e Xbox, mas aprenderam imenso com isso e até na forma como devem comunicar com a audiência.

"Seguindo em frente, seremos capazes de fazer isto de uma forma muito melhor e verás isso nos próximos exemplos que temos com Ghostrunner no final de Setembro e Assetto Corsa no início de 2022. Estou muito confiante que iremos gerir isso de uma forma muito melhor."

Ralley diz ainda que passaram meses a tentar descobrir uma forma de permitir o upgrade gratuito na versão original de Control, mas encontravam sempre bloqueios e acabaram por não o conseguir.

Ver no Youtube

Lê também