Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

2K forçou o multijogador em Spec Ops: The Line

Designer mostra o seu descontentamento para com a editora.

Em entrevista com o Polygon, Cory Davis, o designer máximo de Spec Ops: The Line, revelou que a componente multijogador foi forçada pela editora 2K.

"O modo multijogador de Spec Ops: The Line nunca foi uma prioridade na produção, mas a editora estava determinada a incluí-lo de qualquer forma," disse Davis. "Era literalmente um visto que as suas previsões financeiras diziam ser necessário, e a 2K foi implacável em assegurar que isso acontecia - mesmo em detrimento do projeto e percepção do jogo."

Apesar da produtora se opor à decisão da 2K, esta contratou o estúdio Darkside para desenvolver o modo multijogador. Davis descreve o multijogador como uma experiência completamente da campanha, que deveria ser o único modo de Spec Ops: The Line.

"As mecânicas foram violadas para que o multijogador acontecesse, e foi um desperdício de dinheiro. Ninguém está a jogá-lo... é um jogo diferente forçado no disco como um cancro em crescimento, ameaçando destruir as melhores coisas da experiência que a equipa na Yager (a produtora) dedicaram o seu coração e alma."

Mesmo criticando a 2K por forçar o multijogador, Cory Davis reconhece o risco que a editora correu em publicar o jogo.

"Eles assumiram um grande risco num projeto que outras editoras não teriam a coragem de assumir. Estou orgulhoso do que conseguimos alcançar, não foi fácil."

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários