Skip to main content
Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

2023, o ano das grandes promessas da Microsoft

Ou vai, ou racha.

A Xbox é uma marca que tem quase tudo a seu favor neste momento. Tem a Microsoft por detrás, uma das maiores e mais ricas empresas do mundo, duas consolas apelativas que cobrem os diferentes tipos de consumidor, uma aposta grande no PC, um serviço apelativo com novidades regulares (Game Pass), e fãs entusiasmados que nesta geração viram a marca verde recuperar uma força que já não viam desde a gloriosa época da Xbox 360.

Falta-lhe, contudo, algo que as suas rivais, a PlayStation e Nintendo, têm de sobra: os grandes blockbusters, jogos capazes de mover milhões e de te convencer a aderir à marca, seja por subscrição e/ou por compra da consola. Phil Spencer, o líder da Xbox, sabe disto e o próprio já reconheceu que 2022 foi um ano levezinho para a marca, colocando grandes expectativas em 2023.

Criar um grande leque de estúdios com pedigree tem sido um dos maiores desafios da Xbox. Não se resolve simplesmente a atirar dinheiro contra os obstáculos, ainda que a Microsoft esteja a tentar acelerar ao máximo este processo ao adquirir não só estúdios de renome como editoras inteiras como a Bethesda e a Activision (que tanto tem dado que falar). É assim que a Microsoft tem agora no seu catálogo um dos jogos mais aguardados de 2023 e desta geração de consolas: Starfield.

Starfield é a nova propriedade intelectual da Bethesda. No que toca à escala e expectativas, apenas pode ser comparado a um The Elder Scrolls (ou seja, o hype está lá em cima). O jogo estava originalmente planeado para este mês, mas foi adiado para 2023 para ser polido. Enquanto outros estúdios da Xbox trabalham noutros projetos, como Avowed, o novo Fable, Perfect Dark, e Hellblade II, a Bethesda e os seus jogos serão o ponta de lança da Microsoft para 2023. Neste "ataque", Starfield será acompanhado por Redfall, outra nova IP da Bethesda.

Ver no Youtube

O próximo ano também será marcado pelo regresso de Forza Motorsport. Há muito que a Turn10 Studios está a preparar a estreia do seu simulador de condução nesta geração. Nos últimos anos, o nome Forza manteve-se vivo e em alta principalmente devido ao spinoff Forza Horizon. Depois do excelente trabalho da Playground Studios, a bola está agora do lado da Turn10. As expectativas são altas e espera-se um dos jogos tecnicamente e visualmente mais evoluídos da marca Xbox, além de uma condução exímia.

Para além do que está anunciado, há mais coisas em linha. Pelo menos, foi isto o que disse Aaron Greenberg, responsável pelo marketing da Xbox, a meio de 2022. Até agora, a Xbox ainda não elaborou mais do que tem planeado para 2023. Seja como for, é o ano das grandes promessas, de colher os frutos que tem plantado, e de realizar todo o potencial da marca. Depois de Halo Infinite, um jogo aprazível mas que não esteve à altura do seu nome, a margem para desculpas é menor. Em 2023 a Xbox tem que mostrar a sua grandiosidade.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Redfall

Xbox Series X/S, PC

Starfield

Xbox Series X/S, PC

Related topics
Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.
Comentários