UEFA Euro 2008

O jogo do Europeu da Aústria-Suiça

Versão testada: PlayStation 3

Como já se tornou habitual nos últimos anos, por alturas do Mundial ou Europeu de futebol, a Electronic Arts oferece-nos um título dedicado ao acontecimento, que conta com todas as licenças deste, desde selecções a estádios. Este ano não foi excepção, e assim temos UEFA Euro 2008, jogo dedicado ao Europeu que se realiza dentro de pouco tempo na Áustria e Suíça.

Como base para este título, está FIFA 08. A EA fez assim proveito do seu último título para fornecer aos jogadores um novo título apenas baseado no Europeu. Algumas das ideias presentes no título, são claramente provenientes do anterior título, sendo que no entanto existem pequenos novos pormenores, talvez ideias a pensar no próximo jogo da série que deverá chegar na recta final do ano.

Para além dos tradicionais modos amigáveis e torneios, em UEFA Euro 2008, umas das primeiras funcionalidades interactivas que nos chamou a atenção, foi a Battle of Nations. Assim, quando pela primeira vez experimentamos o jogo, somos questionados por qual país queremos representar. Seleccionado o país, esta função irá registar todos os nossos jogos, contabilizando assim detalhes nossos como vitórias ou derrotas, sejam no modo online ou offline. Estes dados são depois enviados para um servidor da Electronic Arts, com a finalidade de criar rankings para os países europeus.

Tal como em FIFA 2008, também aqui, mais uma vez, um dos principais modos de jogo contínua relacionado com o modo Be a Pro. É desta forma que surge em UEFA Euro 2008 um novo modo de jogo denominado Captain Your Country, cujo principal objectivo é decidir quem é o capitão da nossa selecção. Neste modo, somos obrigados a seleccionar quatro elementos, no qual serão colocados e controlados em campo, por nós ou pela IA. De notar, que seremos depois constantemente avaliados em campo, seja porque executamos um passe correctamente, causamos uma situação de perigo ou simplesmente não fazemos nada, e aí somos avaliados negativamente.

euro3

Os festejos são agora interactivos

No final da partida, já com todos os factores positivos ou negativos avaliados, será assim definido o melhor jogador que irá carregar ao ombro a braçadeira de capitão. A vantagem de ser capitão, neste novo modo, está directamente relacionada com o facto de podermos fazer alterações tácticas ou substituições na equipa.

Assim, temos aqui presente um novo modo de jogo capaz de nos agarrar durante algum tempo à consola - nota-se claramente que houve melhoramentos na forma como o modo Be a Pro tende a evoluir. Interessante também, é o facto de ser possível criar um jogador de raiz, todo altamente personalizável, que irá evoluindo as suas características ao longo dos jogos que disputamos, tal como acontece na realidade e em RPGs.

Ainda relativamente aos modos de jogo, temos também o Story of Qualifying. Neste modo, por exemplo, poderemos começar o jogo a cinco minutos do fim com uma desvantagem no mercador, no qual temos como objectivo tentar nesse curto espaço de tempo dar a volta ao marcador. Trata-se, portanto, de um modo que já não é propriamente novo nos jogos da série FIFA, que colocam um jogador perante situações algo complicadas, contudo situações essas que foram vividas durante a fase de qualificação para este Europeu. De notar ainda para o facto de também aqui o modo Be a Pro estar disponível, ou seja, também aqui poderemos assumir o papel de um único jogador em campo.

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!