Rag Doll Kung Fu: Fists of Plastic

Artes marciais de plástico.

As lojas virtuais, que foram implementadas nesta nova geração de consolas, trouxeram a oportunidade a várias produtoras independentes de poderem desenvolver e comercializar os seus jogos a preços bastante competitivos. Ragdoll Kung Fu: Fists of Plastic, produzido pela Tarsier Studios, é um deles, baseado no homónimo lançado em 2005 para os computadores pessoais.

Como o nome indica, este é um jogo de luta, mas com uma grande particularidade. Em vez de personagens realistas temos à disposição figuras de plástico articuladas, com quem vamos poder lutar ao longo dos poucos níveis existentes. Isto porque o jogo, apesar de ter um modo aventura, tem como foco principal a componente multijogador, e isso ressente-se na longevidade.

É, no entanto, no modo “desafios” que o jogador tem a oportunidade de aprender todos os truques do jogo. Para isso existem oito níveis e um tutorial, que se completam em algo como trinta minutos. No entanto, os troféus e as roupas que podem ser desbloqueadas são um bom incentivo para conseguir pontuação de ouro em todos os eventos, o que requer alguma persistência e muitas horas perdidas.

A jogabilidade, como seria de esperar, é bastante divertida. Controlar o nosso lutador dá-nos realmente a sensação de estarmos a controlar uma figura articulada, onde até é possível, pressionando o gatilho R2 ou L2 e rodando os analógicos, mexer os braços da personagem. A física e a sensibilidade dos movimentos estão tão bem implementadas que, a certa altura, já dava-mos por nós a fazer aquilo a que se chama “air guitar”. Mas não é apenas para pura brincadeira que serve esta função. Quando pressionado o botão R2 ou L2, e ao inclinarmos o Sixaxis, podemo-nos desviar dos golpes inimigos.

Os ataques não podiam faltar, e além dos golpes básicos (infligidos mediante os botões “quadrado”, “triângulo” e “círculo”), é possível aplicar investidas especiais, já que várias “combos” dão direito a magia “chi”. A partir dela podemos mandar bolas de fogo e ainda golpes a alta velocidade, sendo que para efectuar todos eles é necessário o uso do sensor de movimentos do comando da PlayStation 3, mas não se preocupem, pois ao contrário de outros títulos, Ragdoll Kung Fu: Fists of Plastic utiliza da melhor forma esta tecnologia.

Nos cenários será ainda possível encontrar, em certas alturas, objectos que podem ser utilizados em combate, bastando para isso pressionar R1 para os recolher. Entre vasos de cerâmica, estrelas de ninjas e bastões, há um pouco de tudo, o que contribui para a variedade nos combates. Tal como todos os ataques, também estes objectos podem ser utilizados pelos inimigos, o que aumenta a dificuldade do título.

1

Artes marciais com peixes à mistura!

Existem ainda outros truques que são aprendidos ao longo do jogo que podem fazer a diferença entre a derrota e a vitória, como é o caso do repouso (para recuperar energia), agarramo-nos às plataformas de forma a balançar e ainda utilizar o ataque pirilampo mágico para voltar ao cenário quando somos atirados para o vazio por um inimigo.

O modo multijogador é aquele que faz com que valha realmente a pena comprar este jogo, já que a longevidade a solo, como referimos anteriormente, é muito reduzida. No entanto, com alguns amigos a história já é outra. É possível ter no mesmo ecrã quatro jogadores num dos quatro modos de jogo disponíveis. Os cenários são apenas oito, cada um com as suas próprias características, mas são os suficientes para passar umas boas horas na companhia de amigos e familiares.

Os gráficos são um regalo para os olhos, com animações bastante fluidas e modelos bastante bem recriados. Os cenários, de cores vivas, fazem lembrar um tal de Little Big Planet e, apesar de não serem muitos, apresentam estilos distintos. A componente sonora, pelo contrário, é pouco variada, contendo poucas faixas musicais e efeitos sonoros.

Ragdoll Kung Fu: Fists of Plastic é um bom jogo, mas que peca em alguns pontos. A longevidade do modo para um jogador é bastante reduzida, e não existe nenhum modo online. Devido a isso, este título deve ser adquirido por aqueles que querem alguns minutos de puro divertimento ou para quem tem sempre os amigos lá por casa.

7 / 10

Rag Doll Kung Fu: Fists of Plastic será lançado no dia 9 de Abril, através da PlayStation Network.

Lê o nosso Sistema de Pontuação Rag Doll Kung Fu: Fists of Plastic Tiago Lopes Artes marciais de plástico. 2009-04-07T16:10:00+01:00 7 10

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!