Guitar Hero:Aerosmith

"Walk This Way!!!" Não, obrigado.

Quando um novo produto, serviço, ou mesmo um formato de negócio começa a florescer, é quase inevitável aparecerem os sósias e clones, alterando aqui e ali alguma coisa, pois copiar é coisa feia. Guitar Hero é sem dúvida um caso de sucesso, e como todos sabem os sósias e clones não tardaram a aparecer, alguns alcançado sucesso por irem mais além que o conceito inicial. Claro está, que o suspeito é Rock Band.

Perante esta concorrência de peso, começa a ser difícil ir mais além, faltando a imaginação e inovação. Isto é o que acontece com muitos produtos e formatos. Quando algum produto deixa de poder concorrer consigo próprio, algo de mal está a passar. Este é o sentimento que temos ao jogar Guitar Hero:Aerosmith.

Mas os artistas por detrás da banda, merecem maior respeito e informação. Estamos a falar de uma das maiores bandas de todos os tempos, que conseguíram criar fãs nos quatro cantos do planeta, com mais de 30 anos de carreira. Os Aerosmith são liderados pelo incontornável Steve Tyler, vocalista da banda, mas nunca podemos deixar de lado os outros quatro membros que compõem a banda actualmente. São eles, Tom Hamilton, baixista, Brad Whitford na guitarra ritmo, Joey Kramer baterista, e Joe Perry o guitarrista principal.

1

Steve Tyler no seu estilo bem próprio.

Quem não conhece exitos tais como, Walk this Way, Angel, Sweet Emotion, Crazy, Pink e o incontornável single “ I Don´t Want Miss a Thing”? Sim são belos de se ouvir e tocar. Mas todos aqueles que achavam que podiam colocar as mãos em todos os melhores singles dos Aerosmith, podem já bater em si próprios em lamento.

Mas sobre isso batemos já à frente. Guitar Hero:Aerosmith é na verdade uma cópia fiel de si mesmo. Trazendo tudo aquilo que de bom e mau existe nos seus antecessores. Aqui colocando como figura central, não uma banda virtual, mas sim de carne e osso, com um passado e também presente memorável no mundo da música.

Para aqueles que ainda não souberem, Guitar Hero é um jogo de ritmo musical, onde são usados cinco botões, com cinco cores distintas, Verde, vermelho, amarelo, azul e laranja, colocados no braço da guitarra imitando as cordas. O strap button, é o botão onde tocamos ao mesmo tempo que os botões coloridos, na sequência correcta que aparece no ecrã. Para além disso, ainda temos um braço de distorção, para podermos criar efeito de vibração.

Se jogaram algum dos Guitar Hero, principalmente o terceiro, é exactamente igual. Este é na verdade um dos principais problemas com GH:Aerosmith, a nível de mecânica, de opções, de extras, ou mesmo dos modelos virtuais, tudo está na mesma, a sensação é a mesma quando comprarmos algum conteúdo online, sendo a única diferença, que aqui desembolsamos mais de 60 euros.

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!