Eurogamer.pt

Mario Kart 8 Deluxe: bom jogo de consola é uma revelação portátil

A versão Switch do jogo Wii U funciona bem em modo portátil.

Mario 8 Kart Deluxe chega a 28 de Abril e tivemos a sorte de passar uma semana com o jogo - e é um pacote extremamente impressionante. As melhorias gráficas são poucas, mas esta versão melhora um dos melhores jogos Wii U - facilmente um dos mais bonitos da anterior consola. Além disso, foram aplicados muitos ajustes ao gameplay e existe conteúdo adicional.

A Switch aumenta a resolução nativa de 720p na Wii U para 1080p na dock. O verdadeiro destaque é que o podes jogar como uma experiência puramente portátil, tornando-o no Mario Kart tecnicamente mais exigente numa portátil. Tens toda a experiência Mario Kart 8 nas tuas mãos, sem compromissos além da resolução, que baixa para nativa 720 - paridade de pixeis para o ecrã IPS de 6.2 da Switch. A qualidade de imagem permanece igual e o rácio de fotogramas fixo a 60fps, tal como na dock.

Expandir as funcionalidades é o principal foco aqui. Ao invés de remodelar radicalmente os visuais da Wii U, a nova edição reforça os elementos multijogador do título. Sim, é uma conversão de um jogo existente, mas com todas as pistas (incluindo as dos pacotes DLC), e novos conteúdos na forma dos modos Battle - oito mapas personalizados e desenhados especificamente para este parte do jogo. E ainda tens ajustes no gameplay, como dois slots para itens ao invés de um, e o novo mini-turbo ultra. Basicamente, é um terço mais poderoso que despoleta faíscas rosa.

Mario Kart 8 Deluxe é a versão definitiva, mas se esperas uma melhoria sobre os gráficos da Wii U, ficarás desapontado. Por baixo da 1080p mais nítida, as texturas, personagens, sombras, efeitos e todas as facetas estão idênticas à versão Wii U. Uma pequena melhoria é o efeito da resolução superior na qualidade do filtro de texturas. Na Switch, tens a mesma técnica de filtro bilinear, com cascatas pelo chão, mas ao passar da Wii U para a Switch essas cascatas ficam maiores. Comparado com a Wii U, o resultado é uma apresentação mais nítida das texturas da Switch em ângulos mais apertados .

As diferenças entre Mario Kart 8 Deluxe na Switch, o original Wii U e Mario Kart 7 na 3DS - o mais recente jogo portátil da série.

É desanimador ver que a Switch não foi usada para produzir um efeito melhorado (um filtro anisotrópico teria feito a diferença) e a aderência à estética original significa que tens mais um jogo Nintendo sem anti-aliasing. Fica a sensação que a Nintendo podia ter ido mais longe nesta versão Switch; melhor AA, filtro de texturas, ou mais detalhe nos cenários. Ainda assim, existem algumas vantagens aqui - os tempos de carregamento do cartucho cortam 3 a 6 segundos comparado com a Wii U a correr do dico, e temos uma pequena melhoria no rácio de fotogramas.

Na Wii U, o alvo são os 60fps mas devido a um glitch estranho, o resultado são 59fps. Passa despercebido à maioria, mas se fores sensível a isto, destaca-se nas curvas mais rápidas. Felizmente, a versão Switch corrige este glitch e corre a 60fps perfeitos no single player. Não existem cortes aqui, e os que sofreram com o problema anterior, podem desfrutar agora de uma viagem suave.

O modo multijogador em ecrã dividido funciona como na Wii U. Dois jogadores em ecrã dividido desfrutam de 60fps na Switch, mas subir isso para 3 ou 4 bloqueia a 30fps. A lógica funciona da mesma forma na Wii U; os ecrãs refrescam de forma alternativa: primeiro o topo, depois em baixo. O ecrã corre na mesma a 60fps, e os elementos do HUD actualizam-se a 60Hz, mas o gameplay é cortado para metade, tornando os controlos mais lentos. É pena não termos 60fps em todos os modos, mesmo ao baixar a resolução.

Mario Kart 8 Deluxe coloca na Switch um dos melhores jogos da Wii U, melhora o gameplay, e oferece conteúdos melhores do que numa edição GOTY, mas existe a sensação que a Nintendo podia ter feito melhor uso do hardware - como vimos em Fast RMX, uma melhoria técnica considerável sobre a sua versão Wii U.

Também o podemos ver de outra forma: a Switch foi construída primeiramente como uma portátil, e como sucessor e Mario Kart 7 na 3DS - lançado há seis anos - temos um grande salto. Mesmo a 720p, o salto na qualidade visual é espantoso, comparado com a imagem 400x240 da 3DS. Usando pistas retro como DK Jungle e Melody Motorway para comparar, podes ver o quanto a Nintendo teve de remodelar os bens para a consola mais poderosa. Tens texturas de melhor qualidade, materiais e iluminação de alta precisão, efeitos alfa de maior resolução e geometria melhorada para suportar condução anti-gravidade. O detalhe nos fundos foi totalmente redesenhado e as pistas são muito mais refinadas na Switch.

As pistas presentes em ambos são limitadas, mas as que existem demonstram os avanços nas portáteis. Como demonstração do design visual da Switch, o avanço sobre a 3DS é espantoso e o potencial futuro é inegável, tendo em conta a qualidade dos jogos já vistos na Switch. Esperamos que um jogo feito a pensar na consola chegue no futuro, no entretanto, esta versão melhorada de MK8 é mesmo o melhor Mario Kart disponível.

Publicidade

Comentários (32)

Criar uma nova conta

OU