Beijing 2008

O cansaço é apenas um estado de espírito!

Versão testada: PlayStation 3

É já daqui a um mês, no dia 8 de Agosto, que se iniciará mais uma edição dos jogos Olímpicos de Verão, e, como já vem sendo habitual está aí a rebentar no mercado mais uma edição do videojogo de mesmo nome. Desta vez é a cidade de Pequim, do Mandarim Beijing, que recebe a maior prova do desporto a nível mundial, e nós cá a aguardamos com ansiedade.

Mas é a pensar em todos aqueles que não conseguem aguentar essa mesma ansiedade que as produtoras investem no desenvolvimento destes jogos, que fazem mais certamente parte do merchandising oficial do evento, do que propriamente de um catálogo de jogos que tem como alvo o consumidor atraido pela qualidade tremenda do produto.

Todavia, o investimento feito não se revela suficiente e a curto prazo dá entrada mais um jogo nas prateleiras das lojas, desenvolvido em contra-relógio só para acompanhar as comemorações do dito evento. E, como tal, o curto tempo de desenvolvimento revê-se na qualidade do produto final. Algo muito semelhante ao que acontece hoje em dia com os jogos baseados em filmes.

kaiake

A canoagem não cansa... mas é difícil.

É precisamente a cargo da SEGA que têm sido desenvolvidos os últimos jogos baseados em filmes da Marvel, e como se sabe a qualidade dos mesmos tem sido tudo menos positiva. Também este ano Beijing 2008 está à tutela da SEGA, contrariamente ao que aconteceu com Sidney 2004. Como seria de esperar, não só foram implementadas algumas novidades, como também foram alteradas algumas mecânicas de jogo, mas, ainda assim, o principal mantem-se inalterado. Mas será que isso é suficiente?

Uma coisa é certa, variedade não falta em Beijing 2008. Poderão encontrar cerca de 38 modalidades distintas, distribuídas por desportos como natação, atletismo, canoagem, Ping-Pong e tiro, entre outros. Cada modalidade tem uma mecânica de jogo diferente, mas não muito. Na generalidade, quase todos os desportos consistem na rotação dos analógicos, alternância entre botões e percepção momentânea. Assim, as modalidades que requerem velocidade, baseiam-se em rotações rápidas e continuas dos analógicos ou alternância rápida e continua de botões. Tudo bem até aqui, se forem corridas de 100 metros, à partida, terão que repetir este movimento durante cerca de 12 segundos. Mas, e se forem os 1500 metros? Ora, fazendo alguma contas básicas, rapidamente se conclui que, mantendo sempre o mesmo ritmo, seriam cerca de 3 minutos a rodar os analógicos. Falando a sério: Mas que raio de pessoa consegue fazer isto de modo a acabar uma corrida em primeiro lugar?

arco

As modalidades de tiro, incluindo o tiro ao arco, são das mais divertidas para jogar com amigos.

Acreditem que não é fácil, pois o grau de exigência subiu exponencialmente em relação ao último jogo da série. Para ficar em primeiro lugar seriam quase necessárias rotações supersónicas dos analógicas e uma resistência tremenda. Se antigamente era possível acabar ou até ganhar uma corrida, agora, quem se aventurar a correr os 100 metros, terá que soar (no verdadeiro sentido da palavra) para conseguir acabar uma corrida, e, mesmo assim, dificilmente conseguirão alcançar o pódio.

O mesmo acontece em modalidades relacionadas com a natação, ou todas as outras que envolvam velocidade, balanço ou corrida. Por exemplo, no lançamento do dardo, a parte do lançamento que envolve corrida será feita desta mesma forma. Maçador!

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!