Eurogamer.pt

PS5 - Potencial Data de Lançamento, Catálogo Inicial da PlayStation 5 , o que queremos da PS5, Quão Poderosa Será? - Tudo aquilo que sabemos

Será que a próxima geração está próxima?

A não ser que chegue o Apocalipse ou que a vida na Terra deixe de existir, é certo que a Sony lançará, em algum momento no futuro, a PS5. Mas quando poderá a consola ser potencialmente lançada e que jogos podem estrear na plataforma? Neste guia, reunimos todos os rumores relacionados com a PS5 e do conhecimento público, e partilhamos a nossa opinião sobre o futuro da consola caseira da Sony.

Potencial data de lançamento da PlayStation 5

Assumindo que, de alguma forma, a Playstation 5 já está a ser desenvolvida pela Sony, quando poderá ser lançada? Se tomarmos os palpites de Michael Pachter como certos, a PS5 poderá chegar às tuas mão já em 2020 (Pachter disse originalmente 2019 mas, posteriormente, alterou a data).

Tudo isto é, obviamente, teórico, mas não deixa de ser interessante ouvir o que os especialistas e analistas que trabalham há anos na indústria têm a dizer sobre a próxima consola caseira da Sony. Reconhecemos que 2019 é um pouco cedo para a companhia nipónica lançar a próxima Playstation, tendo em conta a posição forte que têm actualmente no mercado, sendo que 2020 é uma data bem mais sensata.

Que jogos poderá ter a PS5?

No que diz respeito aos jogos com os quais a teórica Playstation 5 pode ser lançada, temos que olhar bem para o futuro. Quando pensamos em jogos que estão pelo menos a um ano de serem eventualmente lançados, tanto Death Stranding como The Last of Us: Part 2 surgem imediatamente na nossa mente.

Claro está, ambos os jogos estão de momento em produção para a Playstation 4 mas há, ainda assim, uma grande possibilidade de serem lançados juntamente com a próxima consola da Sony. O The Last of Us original foi lançado na PS3, quando faltava apenas alguns meses para que a PS4 chegasse ao mercado; uns meros meses depois, foi feito um port do mesmo para o mais recente sistema. O mesmo poderá acontecer com The Last of Us: Part 2, especialmente se a Sony não estiver a pressionar a Naughty Dog para acelerar a produção do jogo.

Sobre Death Stranding, é óbvio que foi dado à Kojima Productions o tempo que precisem para completar o jogo, já que não vimos ainda nenhum gameplay do mesmo. Para além disso, Kojima actualiza frequentemente o seu Twitter com mensagens sobre o progresso do guião de Death Stranding e, se ainda se encontra na fase de escrita, significa que está longe de estar finalizado. Tal como The Last of Us: Part 2, não existe uma razão para que Death Stranding não seja lançado com a PS5, depois de um lançamento tardio na PS4.

Mas que mais jogos poderão fazer parte do catálogo inicial da PS5? Considerando que o ciclo de produção médio de um jogo é de 3 anos, uma sequela de Horizon Zero Dawn é quase certa neste momento e, tendo em conta que o original foi lançado no início de 2017, o seguinte chegaria ao mercado em 2020.

horizon_zero_dawn_shot_2

Um jogo recentemente revelado e que poderá ter uma versão na Playstation 5 é Ghost of Tsushima, da Sucker Punch, anunciado na PSX em Dezembro de 2017. Não vimos mais nada do mesmo para além de um breve trailer CGI, mas não é inteiramente irrealista pensar que o mesmo esteja, pelo menos, a 18 meses do seu lançamento.

Quanto poderá custar a PS5?

Para um bom palpite de quanto a Playstation 5 poderá custar quando inevitavelmente for lançada, é necessário olhar para as anteriores consolas da Sony. Em 2013, quando chegou às lojas, a Playstation 4 custava 399 euros e, apesar da Playstation 4 Slim ter sido lançada em 2016 com um preço mais reduzido (cerca de 299 euros), a mais poderosa Playstation 4 Pro entrou no mercado com um preço igual à PS4 original, 399 euros.

ps4_pro

Tendo em conta as lições que a Sony aprendeu com o lançamento da PS3 a 599 euros (na versão de 60 GB), é pouco provável que tornem a vender uma consola a esse preço. Uma boa previsão do possível custo da PS5 serão os 399 euros.

Quão poderosa será a PS5?

A comunidade de videojogos ficaria surpreendida se a Sony não excedesse o poder da Xbox One X, neste momento, 6 teraflops. Apesar de estares certamente a pensar que isso faria com que o preço subisse bem acima dos 399 euros que mencionámos anteriormente, não te esqueças que estamos a falar de uma máquina que está a 2-3 anos de ser lançada. No fim de 2020, 8-10TF serão facilmente obtidos por esse valor.

Se olharmos para esta temática de forma realista, a Playstation 5 também incluirá um CPU mais poderoso e ainda mais memória, algo que resultará em frame rates potencialmente mais altas para a maioria dos jogos (a Bungie revelou que a falta de um bom CPU na PS4 Pro e na Xbox One X foi a razão para não conseguirem obter 60 frames por segundo em Destiny 2) e ainda melhor qualidade de texturas.

DualShock4_All_Views

É também garantido que a Sony fará algo novo e interessante com o comando da PS5. Apesar de não termos ainda ideia sobre o que poderá ser, a Sony tem um grande historial de inovar com cada comando: por exemplo, o altifalante do Dualshock 4 e os controlos de movimento no Sixaxis da PS3.

Também é importante discutir a variável Switch. A Nintendo obteve um enorme sucesso com a sua consola caseira/portátil e a Sony está, certamente, com o olho bem atento nela. Será que a Sony quer fazer parte do mercado híbrido (já tentou isso vagamente através do PS4 Remote Play) ou continuar na mesma direcção das consolas caseiras mais hardcore, sem se desviar? Os detalhes que surgirem nos próximos meses serão, com certeza, extremamente interessantes.

Será que a PS5 suportará jogos da PS4 ou consolas anteriores? Retrocompatibilidade

A PS4 usa um AMD Accelerated Processing Unit (APU) que foi construído com uma arquitectura x86-64. Se a Sony usar esta arquitectura na PS5 (e é bem capaz de o fazer), existe uma probabilidade muito alta da máquina possuir retrocompatibilidade com a PS4. Todavia, é muito mais complicado dizer se a PS5 será capaz de correr jogos da PS3. Parece que a Sony está a tentar convencer a comunidade a jogar jogos mais antigos através do PS Now e não vemos isso a mudar com a chegada da PS5.

O que queremos da PS5

Pondo a especulação de parte, o que queremos, idealmente, na Playstation 5? Retrocompatibilidade com a PS4 seria genial, pois poderias jogar clássicos como Shadow of the Colossus na consola da próxima geração.

Em termos de poder puro, a PlayStation 5 tem de exceder de forma significativa o poder da PS4 Pro. Isto significa mais jogos a correr a 4K e 60FPS. Ficaremos felizes se a PS5 conseguir 10 TF, uma vez que isto iria permitir aos produtores criarem jogos com uma apresentação bem acima daquela que temos actualmente.

E como seria o catálogo de lançamento de sonho da PS5? Death Stranding e The Last of Us: Part 2 são dois jogos blockbusters altamente antecipados, sendo que o último irá levar a plataforma onde for lançado até ao limite das suas capacidades. Mencionámos também Ghost of Tsushima e uma sequela de Horizon Zero Dawn, sendo que o último seria uma forma perfeita de começar o novo ciclo da Sony.

Claro está, queremos também jogos construídos de raiz para a PS5. É bom ver jogos da PS4 melhorados a correrem na PS5, mas eles nunca mostrarão o verdadeiro potencial da consola. Um novo jogo de corridas seria uma óptima ideia (um novo Gran Turismo é possível, mas pouco provável) mas era bom que a Sony criasse novas IPs para o lançamento da nova geração!

Publicidade

Comentários (130)

Criar uma nova conta

OU