Eurogamer.pt

Escolhas dos Leitores 2017 - 40 ao 31

Mais um passo em direcção ao topo.

Depois dos primeiros 10 jogos nesta lista dos 50 Jogos mais Populares entre os leitores do Eurogamer Portugal, continuamos em direcção aos melhores jogos de 2017. Depois de nomes como Mario + Rabbids, F1 2017 ou Yakuza Kiwami, entramos na casa dos 30 e cada vez mais perto do meio da tabela. Esta é a metade da lista pela qual pouco vão ter interesse, mas são na mesma jogos que mereceram a vossa atenção.

Estes jogos pertencem aos 50 melhores de 2017 e provavelmente já viste um jogo no qual votaste e ficaste desanimado por não ocupar um lugar cimeiro. É a diversidade de ofertas e gostos que num ano tão rico como este dita que vários títulos de grande qualidade ficam em lugares com os quais não vais concordar. Vamos continuar a contagem.

40. Final Fantasy 12: The Zodiac Age

  • Estúdio: Square Enix
  • Editora: Square Enix
  • Plataformas: PlayStation 4
  • Página do Jogo: Aqui

O que Dissemos: "Considerado por muitos como o patinho feio da série Final Fantasy, devido à forma como quebra com o que era considerado convencional na aclamada série, Final Fantasy XII é um jogo que, por mais incrível que pareça, é ainda melhor do que me lembrava. Isto vindo de alguém que o considera o seu favorito e um dos melhores jogos de sempre. Em 2017, o sistema Gambit e o License Board continuam tão fascinantes, competentes e profundos quanto em 2006. A história, os personagens e a banda sonora permanecem marcantes, e de várias formas, esta versão Zodiac Age é um sinal de como este clássico resistiu ao teste do tempo. O trabalho de remasterização que tanta conseguir o melhor possível dentro das limitações, as novidades e os elementos da versão Zodiac Job System apenas servem para reafirmar que Final Fantasy XII é um jogo deslumbrante. O facto de sentir que está ainda melhor em 2017 do que em 2006 é algo pelo qual não esperava."

sasuke85 disse: "É um remaster mas nada como jogar essa versão que parece atual pelo nível de capricho que esse título têm, um enredo de guerra e conflito político o meu favorito da franquia"

39. Prey

  • Estúdio: Arkane Studios
  • Editora: Bethesda
  • Plataformas: PS4, Xbox One, PC
  • Página do Jogo: Aqui

O que Dissemos: "Se estiverem dispostos a viver com inconvenientes como falta de equilíbrio e, mais tarde, falta de variedade, Prey será um jogo agradável e que até poderá surpreender em alguns aspectos. No entanto, há potencial desperdiçado, e sabemos que a Arkane Studios já vez melhor no passado. Apesar disto, Prey ainda tem méritos. Dá-vos liberdade de escolha, de exploração e várias opções para combater os Mimics, que são adversários temíveis e originais."

38. Gravity Rush 2

  • Estúdio: Sony Japan Studios
  • Editora: Sony
  • Plataformas: PlayStation 4
  • Página do Jogo: Aqui

O que Dissemos: "A Sony Japan Studio não corrigiu as principais falhas do original e isto significa que terás de enfrentar momentos agonizantes com a câmara, especialmente irritante nas boss fights, que com uma câmara eficiente seriam muito boas. Ainda terás de afastar a sensação que os controlos podiam estar melhores. De muitas formas, Gravity Rush 2 revela com incrível facilidade porque te apaixonaste pelo original, encantador e fofo, dono de uma personalidade única, mas pelo outro, podes sentir que não limaram o que havia para limar. Quando davas por ti a tolerar os aspectos menos bons do original e a pensar 'isto numa sequela será corrigido', agora vais descobrir que não foi."

mrw0lfe disse: "A verdadeira hidden gem deste ano.V indo da mente que nos trouxe Sillent Hill e Siren, Gravity Rush 2 não podia estar mais longe dos trabalhos passados de Toyama. É divertido, é inovador, é bonito...É,para mim um dos melhores jogos deste ano e um dos mais criativos da ultima década.A sequela teve um impacto bem significativo em todos os aspectos,e é um exemplo perfeito de como uma sequela deve ser feita."

Thiago_Lars disse: "um mundo aberto impressionante em que não se corre apenas para os lados mas para todas as direções mundos acima das nuvens e mundos inferiores, personagens super carismáticos visual, direção de arte e trilha sonora belíssimas uma bela aventura."

Mabdia disse: "O Japan Studio conseguiu melhorar o que já era incrivelmente divertido, deixando ainda mais belo no PS4. Faz tal no VITA, mas foi para a fran uma se tornar mais relevante que foi abandonado o portátil. "

Publicidade

Comentários (40)

Criar uma nova conta

OU