Eurogamer.pt

Star Wars Battlefront 2 - Versões de análise pedem menos créditos para comprar Heróis

Actualizado: Acerto aconteceu apenas num evento promocional.

Actualização - 15:50 13/11/2017

Depois da controvérsia em torno do acerto dos créditos nas versões de análise de Star Wars Battlefront 2 em relação às versões que estarão nas lojas, o Youtuber Westie esclareceu a situação.

Segundo partilhado por Westie, o valor de 10,000 créditos para cada Herói apenas esteve em vigor num evento promocional do jogo, onde a EA permitiu que alguns convidados jogassem Star Wars Battlefront 2. Desde então, o valor foi aumentado para 60,000 créditos e é esse valor que quem analisar o jogo terá de pagar por cada figura mítica do universo.

Ainda assim, a controvérsia promete não ir embora e alguns funcionários da Electronic Arts já se queixam de ameaças de morte entre as queixas da comunidade. Os jogadores estão a reagir de forma bastante intensa à economia do jogo.

Muitos jogadores argumentam que mesmo que o valor tenha sido aumentado para 60,000 créditos nas versões de análise, jamais devia ter subido desde os 10,000 do evento.

Original - 10:49 13/11/2017

Depois do relato que Star Wars Battlefront 2 chegará às lojas como um Pay to Win que custa 70€, o lado Negro da Força parece intensificar-se enquanto nos preparamos para a iminente chegada do novo jogo da DICE e da Electronic Arts.

Se o XFactorGaming demonstrou as incríveis vantagens de investir dinheiro extra nas micro-transacções, chegam agora informações adicionais que indicam um ajuste da economia no jogo por parte da EA nas versões entregue para análise. Segundo avançado, a economia presente no jogo nas versões de análise não é igual à que estará presente na versão final que os consumidores vão comprar.

O exemplo dado é do preço dos Heróis de Star Wars, um dos grandes motivos para a grande maioria querer o jogo, que na versão de análise custam cada um 10,000 créditos. No entanto, a versão final que vais comprar pede-te 60,000 créditos por cada herói.

Como seria de esperar, estas informações estão a gerar um forte descontentamento entre a comunidade adepta do jogo, que se queixa em vários locais e não parece gostar das respostas da Electronic Arts.

Uma recente queixa no Reddit valeu à Electronic Arts o comentário com maior número de votos negativos no Reddit. É algo que nenhuma companhia gostaria de ter, mas a Electronic Arts conseguiu esse feito.

A companhia tentou justifica o acesso bloqueado a Darth Vader num jogo de 80€, dizendo que faz parte da experiência, desenhada para o jogador se sentir realizado ao desbloquear algo que tanto deseja.

Star Wars Battlefront 2 chegará no dia 17 de Novembro às lojas e a força parece estar na controvérsia.

Publicidade

Comentários (38)

Criar uma nova conta

OU