Eurogamer.pt

Caixas de Loot não são o mesmo que Jogos de Sorte

Segundo diz a ESRB.

Ao longo dos últimos dias, começaram a surgir pedidos para uma regulamentação mais forte e explícita das caixas de loot.

1

Alguns começaram a pedir à Entertainment Software Rating Board (ESRB), a entidade que classifica por idades os videojogos nos Estados Unidos da América, para começar a ter em conta este factor nas suas classificações.

Muitos defendem que as caixas de Loot são como os jogos de sorte, não devem surgir em jogos com uma classificação etária inferior a maiores de 17 anos. Adicionalmente, a informação deverá ser apresentada de forma evidente nas capas e descrições.

No entanto, um representante da ESRB respondeu ao Kotaku que não são a mesma coisa que os jogos de sorte.

"A ESRB não considera as caixas de loot como jogo de sorte."

"Apesar de existir um elemento de sorte nestas mecânicas, os jogadores recebem garantidamente conteúdo in-game (mesmo que, infelizmente, receba algo que não quer)."

"Acreditamos que é um princípio similar aos dos jogos de cartas: por vezes abres um pacote e recebes uma carta nova que desejavas. Mas noutras vezes, acabas com um pacote de cartas que já tinhas."

A companhia diz que qualquer jogo que envolva a simulação de jogos de sorte com dinheiro real será sempre classificado como um jogo "Apenas para Adultos", algo que nenhuma das grandes editoras quer para os seus jogos.

Muitos criticam as caixas de loot e dizem que funcionam da mesma forma que as mesas de apostas e máquinas slots, mas a ESRB defende que não são exactamente iguais, uma vez que gastas dinheiro mas é garantido que tens uma recompensa.

Recentemente, jogos como Destiny 2, Shadow of War e Star Wars: Battlefront 2 estiveram envoltos em controvérsia devido às caixas de loot.

Publicidade

Comentários (40)

Criar uma nova conta

OU